Início » Brasil » Livro de desenhos do Rio vai muito além dos cartões-postais
RESENHA

Livro de desenhos do Rio vai muito além dos cartões-postais

Os desenhos também fazem parte de uma exposição de mesmo nome no IMS-RJ, que fica em exibição até janeiro de 2016

Livro de desenhos do Rio vai muito além dos cartões-postais
Em preto, branco e cinza, os desenhos parecem ganhar vida e convidam o leitor a dar uma de João do Rio e flanar pela cidade (Foto: Pixabay)

“Rio, papel e lápis” é um livro do caricaturista Cássio Loredano. A obra, que traz desenhos do Rio de Janeiro, marca os 450 anos da cidade. Encomendados pelo Instituto Moreira Salles (IMS), os desenhos também fazem parte de uma exposição de mesmo nome no IMS-RJ, que fica em exibição até janeiro de 2016.

A partir de seus 62 desenhos, Loredano faz um mapa particular que vai muito além dos cartões-postais. A beleza da cidade, tanto arquitetônica quanto natural, pode até ser inconfundível, mas ela ganha um sabor especial nos traços simples e detalhistas de Loredano.

Em preto, branco e cinza, os desenhos parecem ganhar vida e convidam o leitor a dar uma de João do Rio e flanar pela cidade, João do Rio é o pseudônimo do jornalista Paulo Barreto, conhecido pelo livro “A Alma Encantadora das Ruas”. Para cada desenho, há um breve comentário que mergulha na história do lugar, traz citações e um toque de humor.

Alguns desenhos em especial chamam a atenção. A riqueza de detalhes do Castelinho do Flamengo, do Outeiro da Glória e do Edifício Valentim, em Santa Teresa, por exemplo, é impressionante. É impossível não reconhecer a Confeitaria Colombo, no Centro, ou não se pegar andando pela Avenida Presidente Vargas com traços tão reais.

Enquanto alguns desenhos ganham página inteira ou até duas, numa versão quase panorâmica das ruas, outras ficam no canto da página. Com este olhar de esquina, a página ganha vida de uma forma diferente e encantadora.

Não são só as belas fachadas que ganham prestígio, mas também paisagens bucólicas como a Ponte dos Jesuítas, em Santa Cruz, e até mesmo as linhas duras de uma metrópole em movimento como a Praça da Bandeira. Para completar, o livro traz um mapa que localiza cada desenho, terminando um roteiro que vai muito além do Cristo Redentor.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *