Início » Brasil » Lula e a lanterna de Diógenes
POLÍTICA

Lula e a lanterna de Diógenes

Sob o ponto de vista moral, sob uma lanterna como a de Diógenes, pouca diferença há entre ser dono do triplex do Guarujá e do sítio de Atibaia ou apenas dos usufrutos

Lula e a lanterna de Diógenes
'O hábito do ex-presidente de não responder pelos próprios gastos deforma o caráter' (Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula)

 

A lista dos que chegaram a Brasília de ônibus e passaram aos jatinhos tem o tamanho do cordão dos puxa-sacos. Quem ainda é pobre nesse governo?

O PT seguiu, mais no instinto do que no texto, o script dos países comunistas, cujos dirigentes ocupavam os pavimentos privilegiados de um curioso edifício social em que os indigentes subsolos eram para o povão e as coberturas para a elite. Postão para a turba, Sírio Libanês para a nomenklatura. É isso que torna as revoluções sociais e o comunismo tão atraentes a certos indivíduos. Ninguém – ninguém mesmo! – milita em revolução para continuar trabalhando no chão da fábrica, se me faço entender. No mínimo, o sujeito mira a cadeira do diretor. Nesse esquema, não é o proletariado que sobe. O proletariado serve apenas para catapultar os revolucionários e sua visão generosa de mundo às cobiçadas coberturas, não é assim Lula?

Aliás, quando nosso ex-presidente diz que não tem pecado e risca o chão ao lado dos homens mais virtuosos do Brasil, está expressando o que, de fato, pensa de si mesmo. Os critérios morais segundo os quais nós o julgamos nada significam para quem se olha no espelho com incomparável orgulho do que conseguiu ser. Daí a angustiante inconformidade ante as nuvens carregadas que descem sobre seu destino. Lula sempre se sentiu credor do direito de ser patrocinado. Desde que engavetou sua Carteira do Trabalho, sempre houve alguém que lhe pagasse as contas, fosse como líder sindical, dirigente político, congressista, presidente do partido, presidente ou ex-presidente da República.

Hoje, enquanto um frio lhe corre pela espinha a cada imagem do japonês da Federal, ele deve estar lembrando de outro japonês do PT, amigo das horas certas e incertas, o compadre Okamoto, que passou parte da vida cuidando de suas despesas.

Esse hábito de não responder pelos próprios gastos deforma o caráter. Dispensa um treinamento pelo qual quase todos passamos, a partir da primeira mesada que nos toca administrar. Lula, se um dia aprendeu, a marcha para o poder o levou a desaprender. Há muitos anos instalou-se, para ficar, na rubrica dos custos de manutenção do PT.

Diante desse perfil psicológico, se entende o esforço do Instituto Lula, seus advogados e porta-vozes do petismo em afirmar que o triplex de Guarujá e o sítio de Atibaia não estão registrados em nome de Lula. E daí? Sob o ponto de vista moral, sob uma lanterna como a de Diógenes, pouca diferença há entre ser dono dos frutos ou dos usufrutos. Ser proprietário dos bens ou deles se servir como se fossem seus. Principalmente quando favores de tais proporções provêm de empresas que mantêm negócios vultosos e criminosos com o governo de seu partido. Recusar insolentemente a gravidade disso dá causa a muitos dos escândalos que chegam ao conhecimento público

*Escritor e titular do Blog do Percival

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

7 Opiniões

  1. olbe disse:

    Lula além de se achar o mais honesto acha que é o mais inteligente porque nunca colocou nada no seu nome, sempre pagou em dinheiro vivo, com a certeza de não deixar rastros…Mas o simples fato de prender o elevador enquanto visitava o prédio já diz muito de seu caráter e de como ele realmente acha que é o mais merecedor dos mortais…

  2. Gilberto Pereira disse:

    O Instituto Lula informa: “Queremos esclarecer o publico em geral, que o Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, NUNCA manteve contatos com o ex. presidente Lula”.
    E eu, que na década de 1970, acreditei neste Vagabundo!

  3. Joseph Khoztmarievicht disse:

    Luiz Inácio “EU NÃO SABIA” da Silva é uma montanha de cinismo.Trata-se de um marginalcom uma quadrilha de marginais.O GARANHÃO DE GARANHUNS FOI CHEFE DA QUADRILHA MENSALEIRA,chefe da quadrilha da Petrobrás,com sociedade com empresários bandidaço.Enfim,esse verme já deveria ter sido preso a muito tempo.

  4. Ludwig Von Drake disse:

    Sob o ponto de vista jurídico ser dono significa que elle pagou ou não; ser usufrutuário significa que elle não pagou.

  5. Lara Sossai disse:

    É o melhor exemplo de Psicopatia que eu já conheci publicamente…e nós nos impressionando com Elize Matsunaga (assina do presidente da Yoki), Goleiro Bruno do Flamengo (Assassino de Elisa Samudio)….o maior psicopata de todos esteve no poder por 08 anos, deixou o país na m… e se acha a pessoa mais correta, boa e imaculada que existe.

    Cinismo não é nada perto da doença mental de Lula…como diria Ana Beatriz Barbosa Silva no livro Mentes Perigosas – O psicopata mora ao lado, “Mostrar apreço às condutas louváveis, ser bondoso ou educado, ter um comportamento exemplar e cauteloso, preocupar-se com o que os outros pensam a nosso respeito nem de longe pode ser definido como consciência de fato. Afinal, a consciência não é um comportamento em si, nem mesmo é algo que possamos fazer ou pensar. A consciência é algo que sentimos. Ela existe, antes de tudo, no campo da afeição ou dos afetos. Mais do que uma função comportamental ou intelectual a consciência pode ser definida como uma emoção.”

    Como bom psicopata, Lula não sente….remorso, culpa, vergonha…desprovido de qualquer tipo de emoção! Como diria Joseph Goebbels “Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade” . Talvez seja o caso de Lula….

  6. Áureo Ramos de Souza disse:

    Eu não sei quem paga aos funcionários do Instituto Lula que tanto o defende, e essa é a primeira pergunta. Também porque a OAS que se encontra no escândalo do Lava jato ainda vem trabalhando no Brasil. E descobri porque muitas caixas de bebidas que acredito não ser cachaça, e para ele se embriagar e se esquecer no outro dia o que aconteceu.

  7. Markut disse:

    Pois é. O psicopata mora ao lado e nós ainda o incensamos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *