Início » Brasil » Lula é mais responsável no caso Petrobras do que Dilma, diz FHC
Escândalo de corrupção

Lula é mais responsável no caso Petrobras do que Dilma, diz FHC

Ex-presidente ressaltou que executivos da estatal agora acusados foram nomeações políticas feitas durante o governo Lula

Lula é mais responsável no caso Petrobras do que Dilma, diz FHC
FHC durante entrevista para a Reuters nesta segunda (Fonte: Reprodução/Reuters)

Em entrevista à Reuters, Fernando Henrique Cardoso, que governou o Brasil entre 1995 e 2002, afirmou nesta segunda-feira, 23, que o ex-presidente Lula tem mais responsabilidade política pelo escândalo de corrupção na Petrobras do que a presidente Dilma Rousseff.

“Se alguém tem mais responsabilidade política por isso [caso Petrobras], é ele, não ela”, disse FHC, destacando ainda que os ex-executivos da estatal agora acusados foram nomeações políticas feitas durante o governo Lula.

De acordo com Fernando Henrique, as indicações de diretores da Petrobras feitas por partidos não eram um segredo para ninguém.

Um dos delatores da Operação Lava Jato, o ex-gerente de serviços Pedro Barusco, no entanto, afirmou recentemente que o esquema de pagamento de propinas na Petrobras começou durante o governo tucano, em 1997.

Apesar dos atuais protestos antigoverno e dos pedidos de saída de Dilma da presidência, FHC afirmou que o PSDB não tem interesse no impeachment de Dilma.

Aos 83 anos, o ex-presidente tucano, que ainda é um líder influente no PSDB, afirmou que a deposição de Dilma logo após sua reeleição seria um processo destrutivo para a democracia brasileira, principalmente porque ainda não há qualquer evidência de que ela tenha participado do escândalo de corrupção na Petrobras.

Na avaliação de FHC, a economia brasileira não vai se recuperar até pelo menos o fim de 2015.

Fontes:
Reuters - FHC diz que Lula tem mais responsabilidade política em caso Petrobras do que Dilma

6 Opiniões

  1. Lourival de Assis disse:

    Ué, mas o Duque não era do PT, como assim? Quer dizer que ele não tinha necessariamente nada a ver com o PT. Pegar a propina era dele, Duque, certo. Nada a ver com o PT, visto que ele já fazia isso no govenro FHC. Aliás, como o FHC nunca viu isso?

  2. André Luiz D. Queiroz disse:

    norberto
    Vi somente agora seu comentário espinafrando o “colega” Beraldo. Mas, na boa? Não vale a pena discutir não! Ele só está fazendo aquilo que é pago pra fazer! Sabe como é, “tem que arranjar um jeito qualquer de conseguir o leitinho das crianças…”!
    E, afinal, “mamar nas tetas do governo” é coisa bem PeTralha mesmo, né?! :)
    Abraços!

  3. norberto disse:

    O Beraldo! você é uma mula? é o que parece! lindo é o que seu partido vem fazendo, cara de pau! esquerdo não é direito

  4. Vitafer disse:

    O Henrique é mais sensato que o Beraldo. Este é de amargar.

  5. Henrique de Almeida Lara disse:

    Pelo menos não se ouve falar de corrupção na Vale. Esse fato pode nos levar a acreditar que se a Petrobras estivesse sido privatizada, os políticos do PT, PMDB e PP não estariam desviando dinheiro dela para se enriquecer ilicitamente e também para financiar as campanhas de seus partidos. É preciso privatizar também a Caixa Econômica e Banco do Brasil. Estado não é entidade financeira, nem comercial, nem industrial. O Estado tem que cuidar é da Nação.

  6. Beraldo Dabés Filho disse:

    Olha O Capo aí! Sempre em cima do muro mas oportunista como sempre. Cara de Pau, promoveu um histórica propinoprivataria, que acabou entregando à iniciativa privada por R$ 3,3 bilhões, uma Vale que valia R$ 92 bilhões, segundo auditoria internacionais independentes. Espertalhão, fez diferente, ao invés de comprar super-faturado, vendeu sub-faturado. E a compra da reeleição em 1997, com o pagamento médio de R$ 500 mil por voto aos parlamentares? Cabalmente comprovada, inclusive por declarações de Deputados Federais sobre os valores que haviam recebido. Na época o seu “Engavetador Geral da República, Geraldo Brindeiro, impediu que o processo chegasse ao STF. O crime foi tão escrachado, que nem o PGM-Partido do Golpe Midiático pôde ficar calado e o denunciou, através da Veja. Ou seja, O Capo promoveu o impeachment do seu impeachment (olha a palavrinha aí.. e.em dose dupla).

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *