Início » Brasil » Lula monossilábico
ENTREVISTA

Lula monossilábico

Trecho de entrevista do ex-presidente ao jornalista americano Glenn Greenwald surpreende pelo tamanho da pergunta e a brevidade da resposta

Lula monossilábico
Ex-presidente falou ao jornalista americano em sua primeira entrevista exclusiva após ter a nomeação à Casa Civil suspensa (Foto: Instituto Lula)

 

O ex-presidente Lula abriu as portas do Instituto Lula para uma entrevista particular com o jornalista americano radicado no Brasil Glenn Greenwald, que ganhou fama por ter sido o primeiro a revelar o escândalo de espionagem envolvendo a NSA e o ex-espião dos EUA Edward Snowden. A entrevista foi publicada em português e inglês no site de jornalismo investigativo de Greenwald, The Intercept.

“Discutimos sobre vários aspectos do escândalo de corrupção, da campanha pró-impeachment, das acusações contra ele, sobre o futuro dele e do PT na política e o papel da mídia dominante de direita no Brasil como incitadora de uma mudança no governo”, escreve Greenwald.

O jornalista não esconde a sua admiração pelo ex-presidente e a entrevista começa com muita bajulação. Ele inicia o texto descrevendo Lula como “um dos maiores estadistas da história moderna” e compara seu legado ao de Tony Blair e Bill Clinton.

Greenwald aposta no retorno de Lula à política, seja concorrendo à presidência em 2018 ou até antes, em caso de impeachment ou renúncia da presidente e seu vice, Michel Temer. “Nenhuma pessoa que tenha acompanhado a carreira política de Lula – incluindo aqueles que querem vê-lo preso – pode descartar a possibilidade de que ele seja presidente do Brasil mais uma vez”, escreve.

Mas o jornalistas também faz perguntas importantes, questionando, por exemplo, como um processo de impeachment conduzido de acordo com as normas constitucionais poderia ser chamado de golpe e lembrando que o PT pediu o impeachment dos três presidentes anteriores à presidência de Lula (Resposta: “A Câmara nem aceitou, portanto morreu ali mesmo, né?”).

Mas o trecho que salta aos olhos é a resposta monossilábica de Lula a uma pergunta que, de fato, já disse tudo que Lula pensa e repete frequentemente. Pelo jeito, Lula, que geralmente não poupa ou mede palavras, não tinha nada a acrescentar à pergunta do companheiro Greenwald:

lulagreenwald

Fontes:
The Intercept - ASSISTA: Entrevista Exclusiva de Glenn Greenwald com ex-Presidente Lula
Folha - Nunca antes na história deste Lula

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

11 Opiniões

  1. Emílio Schilatti disse:

    Muita gente séria admira Lula pelo mundo. Só falta agora querer denegrir um repórter do nível do Greenwald por causa disso.

  2. Markut disse:

    Certamente, a gente séria que admira Lula pelo mundo são os donos das empreiteiras, os ouvintes das suas inumeráveis palestras, os ditadores do 3º mundo e a cupinchada oportunista, para quem esse “gênio” serviu de trampolim para esse gigantesco volume de corrupção, como nunca foi visto antes, nem no Brasil, nem Alhures.
    A propósito, Greenwald é jornalista investigativo??? É de se duvidar.

  3. heleno freitas disse:

    Esse repórter mim Parece ser um pilantra tambem

  4. Beraldo disse:

    Nada demais o repórter que revelou o NSA/Snowden, reconhecer as virtudes do EPL – Eterno Presidente Lula. Na entrevista com o próprio, acabou revelando que já conhece bastante o PGMB – Partido do Golpe Midiático Brasileiro (Globo, Veja, Folha, Estadão e afiliados. Mas, admita-se que não precisa ser nenhum Mandrake para isto!

  5. helo disse:

    Gleici também foi entrevistada pelo reporter, verdadeira Merkel

  6. Jacytan Melo disse:

    Pois é…

  7. Ludwig Von Drake disse:

    Essa entrevista me lembrou o desenho animado “Pink and the Brain”. Só não consigo definir quem é o Pink e quem é o Cérebro.

  8. Beraldo disse:

    A oposiçãozinha incompetente (PSDB/DEM e seguidores avulsos), está a ver navios. Frustrada ante o inesperado provável desfecho da queda do PT e sem argumentos para um mero comentário, sai pela tangente com tiradinhas e/ou citações que considera prova de intelectualidade. Coisa de pseudos. “O feitiço virou contra o feiticeiro”. Bolsonáricamente hilária a situação dela…

  9. ANTUNES BRANCO disse:

    Se ja nao bastassem os defensores dos Petralhas nacionais como Chico Buarque et caterva , ainda temos de ouvir esse comuninha americano endeusar esses ladroes com essa conversinha do seculo passado ?
    Por favor . Dar essa noticia neste site e’ uma perda de tempo.

  10. Emílio Schilatti disse:

    Assustador a quantidade de gente que desconhece o currículo do Greenwald e o define baseado em sua própria ignorância. Questionar se ele é realmente um jornalista investigativo? É o cúmulo da petulância.

  11. Áureo Ramos de Souza disse:

    INTERESSANTE!!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *