Início » Brasil » Lula, o frei e as urnas
COLUNA ESPLANADA

Lula, o frei e as urnas

Ex-presidente telefonou para o governador de Minas e pediu providências de proteção a religioso ameaçado

Lula, o frei e as urnas
Lula sendo Lula, solidário. Mas há por trás dessa bondade o projeto eleitoral (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O caso do frei Gilberto, de Belisário, distrito de Muriaé (MG), ameaçado por donos de propriedades por pregar direitos dos lavradores mexeu com o projeto eleitoral de Lula da Silva. O ex-presidente telefonou para o governador Fernando Pimentel e pediu providências de proteção ao religioso. Pimentel incumbiu Nilmário Miranda — seu secretário de Direitos Humanos no Estado, e ex-ministro de Lula no mesmo tema — de ir à cidade dar apoio ao frei. Em suma, Lula sendo Lula, solidário. Mas há por trás dessa bondade o projeto eleitoral.

Equação

Lula e Pimentel sabem que o petista lidera as intenções de votos se a eleição presidencial fosse hoje, e Minas tem o terceiro maior colégio eleitoral do País.

Preço do minério

O frei Gilberto foi ameaçado por desconhecidos no pequeno distrito. Seriam, investiga a polícia, a mando de donos de sítios que negociam propriedades com mineradora.

PT & freis

Lula e Nilmário têm sina com religiosos. Em 2005 — por outro motivo — tiveram de driblar a greve de fome de Dom Luiz Cappio contra a transposição do rio São Francisco.

Foi para o espaço!

O Governo dá exemplo de como jogar literalmente dinheiro (fora!) para o espaço. Em 2015, na gestão Dilma Rousseff, cancelou o projeto de lançamento do foguete na Base de Alcântara (MA) em parceria com a Ucrânia, após milhões investidos. Agora, a AGU corre para contestar decisão há dias do TRF de Brasília que condenou a União a pagar R$ 60 milhões a Camargo Corrêa e Odebrecht por parte das obras da base.

Foguete do preju

A AGU, em sua defesa, avisa que a empresa Cyclone — parceria do Brasil com Ucrânia — é independente e cabe a ela aferir os custos, e não a União, de forma solidária, como exigem as empreiteiras. E o governo da Ucrânia já deu sinais ao Itamaraty que o pouco dinheiro que tinha já foi, em outras palavras, para o espaço e não volta.

É tanta conta…

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, ainda não sabe como vai utilizar os R$ 250 milhões do iminente reembolso da Lava Jato do esquema do antecessor.

Patotinha

Dos 81 senadores, 63 se dizem indecisos sobre a PEC do fim do foro privilegiado, na fila para o plenário; 17 são favoráveis. E apenas dez haviam assinado urgência até ontem.

Afastamento

A central sindical Pública, que representa servidores dos três Poderes, apresentou às mesas-diretoras da Câmara e Senado pedido de afastamento do secretário de Previdência, Marcelo Caetano. A entidade aponta que há um conflito de interesses já que Caetano também ocupa cargo no Conselho de Administração da BrasilPrev.

Força Suprema

A presidente do STF, Cármen Lúcia, colocou à disposição do ministro Edson Fachin, relator, grupo de servidores para agilizar a análise dos pedidos de investigação de políticos citados nas delações da Odebrecht cuja lista deve ser entregue hoje.

Comboio

A expectativa é de que o relator da Lava Jato na Suprema Corte acate as recomendações de Janot em no máximo dez dias.

Senador Procon

Nome do PSDB para a presidência da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor, Fiscalização e Controle, o senador Ataídes Oliveira (TO) já escolheu o primeiro alvo: a cobrança de bagagens pelas companhias aéreas, medida que entraria em vigor hoje, a despeito da suspensão por liminar na Justiça.

Os malas!

Ataídes, como a maioria dos brasileiros, considera a cobrança abusiva e vai requerer audiência pública na CMA com representantes da Agência Nacional de Aviação Civil, que autorizou as aéreas, e da Associação Brasileira das Empresas Aéreas. Também chamará a Associação Nacional em Defesa dos Passageiros do Transporte Aéreo.

Reputação conta!

A empresa espanhola Merco — Monitor Empresarial de Reputação Corporativa — acaba de divulgar o ranking das 100 empresas com melhor reputação no Brasil. A Souza Cruz é a única empresa de tabaco presente na lista e 8ª de melhor reputação no segmento de Alimentos, Bebidas e Fumo.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. RENE LUIZ HIRSCHMANN disse:

    A midia e alguns setores da “cultura” brasileira querem o Lula, parem de falar nesse cara que se intitula salvador da patria.

  2. Áureo Ramos de Souza disse:

    enqaunto mais se fala neste ladrão, energúmeno, facínora, mais se faz propaganda dele, deixem de falar pois vocês da imprensa estão sendo responsáveis pela propagando dele. PAREM DE FALAR NO SAPO BARBUDO LADRÃO.

  3. Markut disse:

    Lula, outra vez? Impensavel e pouquíssimo provavel.
    De qualquer modo, Temer, que seria o mal necessário,deve correr contra o tempo disponivel (pouco ,por sinal)para avançar com as reformas impopulares, mas absolutamente necessárias, se quisermos ascender um degrau que seja,no rol de paises que mereceriam o nome de “em desenvolvimento”.
    Urge emergir do lodaçal em que fomos colocados.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *