Início » Brasil » Maioria apoia prisão após 2ª instância, aponta Datafolha
PESQUISA

Maioria apoia prisão após 2ª instância, aponta Datafolha

Pesquisa revelou que 57% dos entrevistados apoiam a prisão de réus condenados em segunda instância

Maioria apoia prisão após 2ª instância, aponta Datafolha
STF rejeitou no último dia 4 um pedido de habeas corpus preventivo apresentado pela defesa de Lula (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Uma pesquisa Datafolha revelou que 57% dos entrevistados apoiam a prisão de réus condenados em 2ª instância, mesmo que ainda possam recorrer a instâncias superiores.

Leia também: PT reitera candidatura de Lula após pesquisa Datafolha

Outros 36% consideram que é mais justo que um réu seja detido apenas após esgotar seus recursos em todas as instâncias judiciais possíveis. Seis por cento dos entrevistados não souberam responder.

Por outro lado, a porcentagem de brasileiros que acreditam que a corrupção vai diminuir no país com a Operação Lava Jato caiu de 44% em setembro do ano passado para 37% na pesquisa atual. Já os que acham que a corrupção vai continuar na mesma proporção de sempre aumentou de 44% para 51%. Para outros 10% a corrupção vai crescer.

Além disso, 84% defendem a continuação da Operação Lava Jato, enquanto 12% acreditam que ela deveria ser encerrada. Apenas 4% não souberam responder.

Os entrevistados afirmaram que a corrupção (21%) é o principal problema do Brasil. A saúde aparece logo em seguida, com 19%, em situação de empate técnico. Em novembro do ano passado, a saúde era apontada como o maior problema do país.

A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 11 e 13 de abril e contou com a participação de 4.194 pessoas em 227 municípios do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Maioria apoia prisão de condenados em segunda instância, diz Datafolha

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *