Início » Brasil » Mais de 7 milhões se deslocam da cidade onde moram para trabalhar e/ou estudar
Movimento pendular

Mais de 7 milhões se deslocam da cidade onde moram para trabalhar e/ou estudar

Em São Paulo, este trânsito chega a 1,75 milhão de pessoas, de acordo com dados do IBGE

Mais de 7 milhões se deslocam da cidade onde moram para trabalhar e/ou estudar
Segundo o IBGE, 13,4 mil pessoas vivem o movimento pendular no eixo Rio-São Paulo (Reprodução/Internet)

Segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), diariamente, 7,4 milhões de pessoas se deslocam da cidade onde moram para trabalhar e/ou estudar em municípios vizinhos em todo o Brasil. Em São Paulo, este trânsito chega a 1,75 milhão e no Rio, um milhão de pessoas.

A estimativa foi baseada no Censo de 2010. Além disso, o IBGE também apresentou um estudo sobre como as cidades do país são afetadas pelo movimento pendular. O movimento pendular é o nome que se dá quando um morador de um município viaja a outro para trabalhar ou estudar, e volta no fim do dia. O deslocamento feito pela maior quantidade de pessoas no país é entre Guarulhos e São Paulo. São 146 mil pessoas que oscilam entre as duas.

Segundo o IBGE, 13,4 mil pessoas vivem o movimento pendular no eixo Rio-São Paulo, ou seja, vivem em uma metrópole e trabalham e/ou estudam na outra. Entre essa população que oscila entre os centros, a maior parte – formada por 57,7% – viaja para trabalhar, 40,5% para estudar, e o resto faz as duas coisas. De acordo com os pesquisadores, foram consideradas as pessoas que fazem este trajeto entre as duas metrópoles com regularidade, não importando o intervalo entre as viagens.

Fontes:
Folha de S. Paulo-Mais de 7 milhões trabalham ou estudam fora da cidade onde moram

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *