Início » Brasil » Maluf terá de devolver R$ 21 milhões à prefeitura de São Paulo
Maluf e o PT

Maluf terá de devolver R$ 21 milhões à prefeitura de São Paulo

Valor é referente aos prejuízos causados pelo escândalo dos precatórios durante a gestão de Maluf

Maluf terá de devolver R$ 21 milhões à prefeitura de São Paulo
Paulo Maluf foi condenado por ação representada pelo PT em 1996 (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Paulo Maluf, deputado federal pelo PP-SP, tem até este mês para devolver R$ 21, 315 milhões aos cofres municipais de São Paulo. A determinação foi dada com base em uma ação movida pelo Ministério Público Estadual em 1996, numa representação apresentada pelo PT, atual aliado de Maluf na campanha pela eleição de Haddad à prefeitura de são Paulo. Não cabe recurso.

O deputado, prefeito de São Paulo de 1993 a 1996, foi intimado a devolver à prefeitura o valor referente aos prejuízos de operações financeiras com papéis do Tesouro Municipal no caso conhecido como “escândalo dos precatórios”, em razão de uma condenação ocorrida em dezembro de 1998.

No último setembro, 20, a juíza Liliane Keyko Hioki atendeu ao pedido do MP e deu ordem para que Maluf restitua o valor até o final deste mês. O valor da rescisão foi atualizado em agosto e, caso Maluf não o devolva, terá de pagar mais juros e multa de 10%.

Maluf tentou suspender o processo apelando para o Supremo Tribunal de Justiça e o Supremo Tribunal Federal, mas perdeu todos os recursos.

O caso dos precatórios

As operações consideradas irregulares pela Justiça ocorreram entre 1994 e 1995. Durante o governo Maluf, foram lançadas LFTMs (Letras Financeiras do Tesouro Municipal) para supostamente pagar precatórios, mas o dinheiro das operações foi usado para outros fins.

De acordo com a denúncia, Maluf teria vendido os papéis a corretoras e depois recomprados a preços mais elevados, o que causou prejuízos aos cofres públicos da cidade.

Maluf alegou que não tem nenhuma responsabilidade pelas operações elencadas no processo que resultaram na condenação. Em nota, a assessoria do deputado afirmou que Maluf “nunca assinou nenhum documento nos quais esse processo está baseado”.

Fontes:
Folha-Juíza manda Maluf devolver R$ 21 mi aos cofres públicos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Afonso Schoeder disse:

    Ainda bem que estas noticias não tem cunho político!!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *