Início » Brasil » Mancha de óleo surgiu antes de passagem de navio grego, dizem pesquisadores
VAZAMENTO NO NORDESTE

Mancha de óleo surgiu antes de passagem de navio grego, dizem pesquisadores

Proprietária do navio grego nega qualquer envolvimento no caso

Mancha de óleo surgiu antes de passagem de navio grego, dizem pesquisadores
(Fonte: Reprodução/Ibama)

Pesquisadores do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (Lapis) da Universidade Federal de Alagoas identificaram nesta quarta-feira, 6, uma imagem que mostra uma grande mancha de óleo dois dias antes da passagem do navio grego que vem sendo apontado pela Polícia Federal como o provável responsável pelo vazamento que atinge o litoral do Nordeste.

A Delta Tankers, proprietária do navio grego Bouboulina, nega qualquer envolvimento no vazamento de óleo na região.

Desde o fim de agosto, a substância foi identificada em 353 praias de todos os estados do Nordeste, segundo um levantamento do Ibama.

A descoberta feita pelos pesquisadores do Lapis levanta a possibilidade de o navio grego não ser o responsável pelo desastre ambiental.

Os pesquisadores também acompanharam o itinerário do navio grego e constataram que, “aparentemente, não houve paradas do navio durante o percurso”.

Também nesta quarta, a Delta Tankers informou que dispõe de toda a documentação que comprova que o navio Bouboulina não é o responsável pelo vazamento de óleo no litoral do Nordeste e prometeu entregar todo o material às autoridades.

Fontes:
Estadão - Pesquisadores dizem que mancha de óleo apareceu antes de passagem de navio grego

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Jorge Cardillo disse:

    Já se pensou na remota que seja possibilidade de una fratura no fundo do mar estar jorrando petróleo? Ou então, um rio venezuelano recebendo vazamento e o despejando no mar?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *