Início » Brasil » Manchas de óleo atingem mais de 100 pontos do litoral do Nordeste
OITO ESTADOS ATINGIDOS

Manchas de óleo atingem mais de 100 pontos do litoral do Nordeste

Ecossistema das praias está sendo diretamente atingido

Manchas de óleo atingem mais de 100 pontos do litoral do Nordeste
Manchas de óleo estão se espalhando (Fonte: Reprodução/Adema/Governo de Sergipe)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

As manchas misteriosas de óleo que começaram a aparecer no litoral do Nordeste no início de setembro estão se espalhando e já atingiram 112 pontos de 53 municípios em um total de oito estados da região (a única exceção é a Bahia).

Ainda não se sabe a origem da substância oleosa e escura que vem sendo encontrada em diversas praias do Nordeste. Órgãos ambientais e de proteção da zona marítima tentam descobrir a origem do vazamento.

Um mapa divulgado pelo Ministério do Meio Ambiente aponta que boa parte da extensão à beira mar entre Maranhão e Sergipe foi afetada.

O ecossistema das praias está sendo diretamente atingido, com prejuízo à fauna marinha. Dez animais já foram afetados. Deste total, sete morreram, segundo um balanço divulgado pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

De acordo com análises da substância feitas pela Marinha e pela Petrobras, trata-se de petróleo cru. A sua origem ainda não foi identificada. Uma possibilidade é que a substância tenha sido despejada em alto mar por alguma embarcação.

Como se trata de uma substância tóxica, o Ibama e as Superintendências Estaduais de Meio Ambiente recomendam a suspensão do banho de mar, a prática de esportes náuticos e a pesca, além do consumo de frutos do mar dos locais atingidos.

Fontes:
Uol - Manchas de óleo avançam e atingem 112 pontos em 8 estados do Nordeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *