Início » Brasil » Manifestação contra Alckmin termina em confusão
São Paulo

Manifestação contra Alckmin termina em confusão

Houve confrontos entre policiais e manifestantes

Manifestação contra Alckmin termina em confusão
Protesto em São Paulo na noite desta terça-feira, 30 (Fonte: Reprodução/Terra)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Uma manifestação contra o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), no fim da tarde desta terça-feira, 30, terminou em grande confusão na capital paulista.

Notícia: Governador do Rio pede fim dos protestos na frente da sua casa

Vinte pessoas foram detidas durante o protesto, sendo que cinco delas foram presas em flagrante por depredarem um carro da Rota (tropa de elite da PM paulista), segundo a polícia. Quinze manifestantes foram liberados após averiguação.

Houve confrontos entre policiais e manifestantes. A polícia estima que cerca de 300 pessoas participaram do protesto, que começou no Largo do Batata, na zona oeste da capital paulista.

Presença da PM nos protestos

Durante o protesto, os manifestantes pediram a saída de Alckmin e o fim da Polícia Militar. O caso do pedreiro Amarildo de Souza, que sumiu após ser levado para a UPP na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, também foi lembrado pelos manifestantes.

Em nota a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) informou que a presença da PM no protesto serve para “dar segurança aos cidadãos pacíficos”.

Fontes:
Terra - SP: protesto contra Alckmin tem conflito entre PM e manifestantes

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *