Início » Brasil » Manifestantes protestam contra o fim da prisão em 2ª instância
BRASIL

Manifestantes protestam contra o fim da prisão em 2ª instância

Protestos visam pressionar o Congresso a aprovar a PEC que retoma a prisão em segunda instância

Manifestantes protestam contra o fim da prisão em 2ª instância
Atos foram convocados pelos movimentos MBL e Vem Pra Rua (Foto: Twitter/Fala, Margareth)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Milhares de manifestantes saíram às ruas no último sábado, 9, em várias capitais do país, em protesto contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de revogar a prisão após condenação em segunda instância.

Os protestos foram convocados pelo Movimento Brasil Livre (MBL) e Vem Pra Rua. Embora tenha registrado adesão menor comparado aos protestos anteriores, em especial de 2016, as manifestações reuniram um bom número de adeptos em pelo menos duas capitais: São Paulo e Porto Alegre.

Em São Paulo, a manifestação se dividiu em duas localidades. Um grupo maior se posicionou em frente à sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), enquanto um grupo menor foi para a frente do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp).

A principal demanda dos manifestantes era a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 410/18, que retoma a prisão em segunda instância. Entretanto, alguns manifestantes, estes em minoria, pediam a intervenção militar.

No Rio de Janeiro, os manifestantes se reuniram em frente à residência do presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), para pressionar pela aprovação da PEC.

Uma nova manifestação está sendo convocada para o próximo dia 17 deste mês.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Leonora Hermes Luz disse:

    A revolta dos Zombies, capítulo 3.

  2. Luiz Carvalho disse:

    Agora ficou claro o significado do “L” na sigla MBL: Livre da Constituição!!!

  3. dagc disse:

    Porque nao aprovaram no inicio do ano, o pacote anticrime de sergio moro????

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *