Início » Brasil » Manifestantes tentam invadir Sírio-Libanês
Protesto em São Paulo

Manifestantes tentam invadir Sírio-Libanês

Polícia Militar usou gás de pimenta para conter os manifestantes

Manifestantes tentam invadir Sírio-Libanês
PM impediu a entrada dos manifestantes (Fonte: Reprodução/Futura Press)

Um grupo de cerca de 50 manifestantes tentou invadir o pronto-socorro do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na noite desta terça-feira.

A Polícia Militar usou gás de pimenta para conter os manifestantes, que pedem melhorias na saúde pública na capital paulista.

Uma pessoa chegou a ser detida pelos policiais, mas foi liberada ainda no local. Alguns manifestantes passaram mal por causa do uso do gás de pimenta pela PM.

Os policiais conseguiram dispersar o grupo, que seguiu em passeata para a sede da Secretaria de Estado da Saúde.

‘2ª Via Sacra de Luta pela Saúde’

O protesto, organizado por movimentos sociais, trabalhadores e usuários do SUS, foi chamado de “2ª Via Sacra de Luta pela Saúde”. Essa foi a segunda vez que um grupo de manifestantes se reuniu em frente ao Hospital Sírio-Libanês.

Na noite desta terça-feira, um representante do hospital permitiu a entrada de três manifestantes para conversar e lamentou a forma como o protesto foi conduzido, ressaltando que o ato prejudicou pacientes, familiares e acompanhantes. Em nota, o hospital ressaltou que é parceiro do SUS, com projetos desenvolvidos nas áreas de assistência, ensino e pesquisa.

Fontes:
G1 - PM usa gás para evitar invasão ao Hospital Sírio-Libanês durante ato

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *