Início » Brasil » Marcelo Crivella diz que população da periferia migra para roubar na capital
DECLARAÇÃO POLÊMICA

Marcelo Crivella diz que população da periferia migra para roubar na capital

Moradores de regiões periféricas, associações e ONG repudiaram e chamaram de preconceituosa a declaração do candidato

Marcelo Crivella diz que população da periferia migra para roubar na capital
Crivella é candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro (Reprodução/Internet)

Associações de moradores, entidades ligadas aos direitos humanos e familiares de vítimas da violência no Rio de Janeiro repudiaram nesta sexta-feira, 1, a declaração dada pelo senador Marcelo Crivella, candidato ao governo do Rio pelo PRB, de que “se deixar a população da Baixada e das regiões periféricas vivendo em miséria, essas pessoas migram para vir roubar na capital”.

Para a população da Baixada Fluminense, a declaração de Crivella foi preconceituosa e discriminatória. Adriano Dias, coordenador da ONG Com Causa, disse que a frase do senador foi infeliz. “A população, em qualquer lugar do país, não se torna violenta apenas pela pobreza. Crivella teve uma visão equivocada e preconceituosa. Nenhuma religião do mundo prega o ódio”, disse o coordenador. Dias afirmou que os moradores da Baixada são vítimas do estado, que permite e contribui para essa cultura da violência nos territórios.

O presidente da associação de moradores de Jardim Guanabara, localizado em Queimados, também na Baixada, considerou a declaração “absurda para quem diz ser homem de Deus”, em referência ao fato de Crivella ser bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).

Por meio de sua assessoria, Crivella afirmou que a frase, dita em entrevista à emissora Band na última quarta-feira, 30, foi usada fora de contexto. Na verdade, segundo Crivella, ele defendeu o repasse igualitário de recursos para investimentos em todo o estado e que, com a falta de infraestrutura na Baixada, “aumenta a probabilidade de as pessoas migrarem para a criminalidade”.

Fontes:
OGlobo-Associações de moradores reagem à declaração de Crivella sobre a Baixada

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Kennedy Laporta disse:

    Trata-se de uma “generalização apressada” as palavras do Bispo, diferente de “mentira”. Supremo paradoxo, preconceito e discriminação são palavras cujo conteúdo atinge mais quem acredita nelas. É como Deus, quem não acredita vive muito bem sem Ele.

  2. DJALMA P BENTES disse:

    É um ‘pândego’. Se esquece que os que roubam realmente, prá valer, estão no ‘coração da capital da República. Não há político apressado, é tudo bem pensado. A manifestação do candidato reflete muito bem a opinião dele, nada de quem acredita nelas, falou do que está convicto. Inocentezinho, apressadinho……pois sim. ! ! !

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *