Início » Brasil » MEC cerca deputados ‘educadores’
Coluna Esplanada

MEC cerca deputados ‘educadores’

MEC quer fechar 2.081 instituições de ensino, muitas delas pertencentes deputados federais e estaduais

MEC cerca deputados ‘educadores’
Proposta do MEC envolve a criação do Instituto Nacional de Supervisão e Avaliação da Educação Superior (Reprodução/ABr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A proposta de criação do INSAES – Instituto Nacional de Supervisão e Avaliação da Educação Superior visa em especial fechar o cerco a 2.081 instituições de ensino superior particulares, nas quais estudam 5.706.753 alunos. Curiosamente, muitas delas são de propriedades de deputados federais e estaduais, com autorização do próprio MEC nos últimos 10 anos. O contingente de alunos é quatro vezes maior que o de matriculados nas federais (1.032.936).

Reação

Preocupado com a qualidade, o MEC enviou projeto para debate na Câmara e não vai recuar. A associação das faculdades promete reagir mês que vem.

Há vagas

Como divulgado pela coluna, o INSAES propõe a criação de mais de 500 cargos para que funcione. A corrida já é grande entre funcionários de ministérios.

Raios x

 

Dados do MEC: o país tem 2.365 Instituições de Ensino Superior. São 284 são públicas; 190 são universidades, 131 centros universitários, 2.004 são faculdades e 40 Cefets.

 

Freio diplomático

 

Ao contrário do ex-presidente Lula, que distribuiu desde 2009 novas embaixadas por países da África e Ásia, a presidente Dilma freou o gasto internacional, preocupada com o orçamento. A assessoria do Ministério das Relações Exteriores garante que não há previsão de novas unidades no exterior até fim de 2014.

 

Tatto no prato

 

O ex-deputado Jilmar Tatto, secretário de Transportes de Haddad, involuntariamente pode deixar o prefeito em situação delicada no Orçamento da Educação. Ele apresentou em Brasília projeto que garante merenda aos professores da rede municipal pelo país.

Parlamento verde

 

O setor produtivo rural está furioso. Reclama que só tem duas cadeiras e há ambientalistas de sobra nas outras 11 vagas do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que elege dia 25 membros para o biênio 2013-2015.

Ponto C

O Conama é dos mais importantes no governo. É por ele que passam licenças para muitas megaobras do PAC. E às vezes ele trava, para valer.

Concorrido

 

Veja o prestígio do Conselho Nacional de Justiça. Terminou na sexta a inscrição, com registro recorde, para concurso com preenchimento de 177 vagas.

Altos Poderes

 

O ministro Carlos Alberto Reis de Paula, do Tribunal Superior do Trabalho e integrante do CNJ, deixa o cargo de conselheiro em Março, quando assumirá a Presidência do TST. “O CNJ veio para mudar a Justiça”, afirma.

 

Dobrada petista

 

O Ministério da Saúde, de Alexandre Padilha, investiu nos últimos três anos R$ 1,39 bilhão no Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários, desenvolvido em parceria com o MEC, outra pasta do PT.

 

Batalha Pantaneira

 

A Comissão da Amazônia da Câmara aprovou projeto que eleva o Pantanal à condição de patrimônio nacional. Para Mato Grosso, o Pantanal de lá é mais belo. Mas os sulmatogrossenses dizem que seu Estado tem a maior área do bioma.
Dinheiro no bolso

O brasileiro tem apostado mais na loteria. Levantamento da Caixa mostra que, só com as Mega da Virada, o bancão arrecadou R$ 472,5 milhões em 2010, R$ 549,3 milhões em 2011 e R$ 640,5 milhões ano passado.

Ponto Final

Diploma universitário virou um grande negócio.

______________________________

Com Vinícius Tavares, Marcos Seabra e Adelina Vasconcelos

 

www.colunaesplanada.com.br
contato@colunaesplanada.com.br
@colunaesplanada

 

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Almanakut Brasil disse:

    O Ministério da Educação + C precisa de uma reestruturação geral! E quem tem que fazer isso também, é o Ministério das Comunicações, em relação às concessões, aquelas que alimentaram a Constituição! Afinal, a maioria das instituições autorizadas por ambos os ministérios, tem fabricado muitos burros, que se não encostam, com suas competências, em cabides do setor público, partem para o crime organizadamente mais burro ainda!

  2. Almanakut Brasil disse:

    Tem faculdade que é nota 10 em propaganda & marketing, além de arquitetura, a da própria fachada.

  3. Ciro disse:

    As pessoas saem formadas dessas instituições com o nível intelectual que deveriam possuir ao sair do ensino médio, isso nas federais e nas melhores privadas; nas outras recebem diploma com a aptidão cognitiva de quem deveria estar concluindo o fundamental.

    Quarenta por cento dos bacharéis são analfabetos funcionais. Por si só isso é uma tragédia nacional, mas é ainda pior se tomarmos consciência de que os outros sessenta por cento também não são exatamente uma elite intelectual.

    Se dois por cento tiverem, de fato, capacidade de ler e entender um livro com alguma densidade- coisa distinta de paulo coelho, 50 tons, leonardo boff, etc.

    Não é por acaso que as ciências humanas estão dominadas pela esquerda militante. Para ser petista basta pensar com os intestinos a cartilha invisível do politicamente correto, que é fundamentalmente uma coleção de cacoetes. Somente isso esses jovens estão capacitados intelectualmente a realizar: aderir e repetir!

  4. Markut disse:

    Sobre esses INSA ES , sobra a sensação de INSA nidade,de corrida atrás do prejuizo, absoluto despreparo para planejamentos, com visão e consequêcias de longo prazo.
    Estamos diante de uma preocupante imaturidade gestora, sob a forte influência de interesses puramente mercantís, sacrificando gerações de jovens mal preparados, a partir das suas escolaridades fundamentais.
    Na outra ponta, o resultado são médicos, engenheiros, advogados, etc. ,mal preparados.
    Qual o futuro deste país ,que se pretende emergente?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *