Início » Brasil » Michelle Bolsonaro surpreende com discurso em Libras
POSSE DE BOLSONARO

Michelle Bolsonaro surpreende com discurso em Libras

Autora do projeto de lei que regulamentou a profissão de intérprete, a deputada Maria do Rosário (PT-RS) elogiou a iniciativa da primeira-dama

Michelle Bolsonaro surpreende com discurso em Libras
Discurso quebrou o protocolo da cerimônia (Foto: EBC)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, surpreendeu ao quebrar o protocolo da cerimônia de posse de Jair Bolsonaro e realizar um discurso em Libras, a língua brasileira de sinais, no parlatório do Palácio do Planalto.

“Eu gostaria de modo muito especial de dirigir-me à comunidade surda, pessoas com deficiência e a todos aqueles que se sentem esquecidos. Vocês serão valorizados e terão seus direitos respeitados”, disse a primeira-dama, por meio da língua de sinais.

A Língua Brasileira de Sinais foi estabelecida como oficial das pessoas surdas através da Lei nº 10.436/2002, sancionada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Já a função de intérprete, profissão de Michelle, foi regulamentada em 2010, através da Lei nº 12.319/2010, de autoria da deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) – que em outubro foi reeleita para mais um mandato na Câmara.

Em entrevista ao programa Timeline, da GaúchaZH, Maria do Rosário elogiou a iniciativa de Michelle Bolsonaro. “Eu considero que esse é um gesto interessante, eu não farei com os meus adversários o que fazem em relação a nós, eu não atacarei. Eu considero um gesto positivo”, disse a deputada.

No entanto, Maria do Rosário destacou que não se pode “ser ingênuo” e é preciso considerar uma possível tentativa de suavizar o discurso feito por Bolsonaro.

“Nós também nos somos ingênuos. A política é feita de marketing muitas vezes. Ele (Bolsonaro) seguiu com aquela história de sangue. Eu acho horrível, acho que não está à altura da instituição presidência da República. Eu creio que o discurso, analisando a parte política, foi articulado de uma forma para suavizar, lançar alguns pontos como contraponto suave ao posicionamento dele”, disse a deputada.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *