Início » Brasil » Minas Gerais confirma 23 mortes por febre amarela
SURTO NO ESTADO

Minas Gerais confirma 23 mortes por febre amarela

Um total de 206 casos da doença já foram notificados em 29 cidades de Minas, sendo 34 confirmados

Minas Gerais confirma 23 mortes por febre amarela
Ministério da Saúde afirma que situação está sob controle (Fonte: Reprodução/TV Anhanguera)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais informou nesta quinta-feira, 19, que já foram confirmadas 23 mortes por febre amarela no estado. O anúncio foi feito um dia depois de o ministro da Saúde, Ricardo Barros, ter admitido que há um surto da doença em Minas, embora tenha ressaltado que está “sob controle”.

Leia também: Febre amarela está ‘sob controle’, afirma ministro da Saúde

O Ministério da Saúde decidiu abolir a terminologia casos prováveis, e a partir de agora os casos serão divididos apenas em suspeitos e confirmados. Este último ocorrerá quando o paciente apresentar exame positivo para febre amarela e negativo para dengue, não tiver tomado a vacina e tiver sintomas compatíveis com a doença.

Com os novos critérios, o número de mortes por febre amarela aumentou quase três vezes em relação ao que havia sido informado na última quarta-feira, 18, pelo Ministério da Saúde. Há ainda outras 31 mortes sendo investigadas.

Um total de 206 casos da doença já foram notificados em 29 cidades de Minas, sendo 34 confirmados.

O subsecretário de Vigilância e Proteção à Saúde, Rodrigo Said, disse que este já é o maior surto de febre amarela de Minas Gerais: “Nós tivemos dois grandes surtos em 1999 e 2000. Tivemos também um surto localizado em Ubá e na região centro-oeste do estado em 2010. Mas, este ano já supera tanto em número de casos, como de municípios e de mortes”.

Se todos os casos suspeitos da doença forem confirmados, o surto de febre amarela em Minas também será considerado o maior surto do país nos últimos dez anos.

O governador de Minas, Fernando Pimentel, anunciou um investimento de R$ 26 milhões para combater a doença. Também foi decretada situação de emergência em saúde pública em uma área que abrange 152 municípios.

Fontes:
EBC - MG muda contabilidade de casos de febre amarela; 23 mortes são confirmadas

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *