Início » Brasil » Minha Casa, Meu Esgoto
COLUNA ESPLANADA

Minha Casa, Meu Esgoto

Condomínio Polo Centro, com 146 unidades do ‘Minha Casa, Minha Vida’, não tem rede de esgoto

Minha Casa, Meu Esgoto
Nenhum morador beneficiado pode ocupar o imóvel (Fonte: Reprodução/Prefeitura de Anápolis)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Prefeitura de Anápolis (GO) e o Ministério das Cidades fizeram uma trapalhada. Levantaram o Condomínio Polo Centro, com 146 unidades do ‘Minha Casa, Minha Vida’, sem rede de esgoto. A questão é ambiental: há nascente de água ao lado do bairro, aproveitada por um grupo engarrafador para comercialização no mercado há anos. E não há dinheiro programado para uma rede que se estenda por quilômetros até a estação de tratamento. Resultado: nenhum morador beneficiado pode ocupar a casa, e não há previsão da obra.

China no Mercosul

A chinesa JAC Motors abriu montadoras no Uruguai e Paraguai para fabricar um sedan e um minicaminhão, respectivamente. Produção começou esta semana.

Poder a jato

O presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, são os campeões de uso de jatinhos da FAB para viajarem para suas residências em São Paulo e Rio, respectivamente. Praticamente todo fim de semana.

O ministro…

Depois do ex-ministro Gilberto Carvalho, é a vez do ex-chefe da Fazenda Guido Mantega explicar à Justiça seu suposto envolvimento na venda de Medidas Provisórias para pagamento de propinas. O depoimento está marcado para esta quinta, 28.

…e o tenista

O empresário Victor Sandri, um dos alvos principais da investigação, é ligado ao PT e amigo de duas décadas de Mantega. Sandri responde pelos apelidos de “tenista” e “italiano”, mencionados em diálogos flagrados pela PF na Operação Zelotes.

Sincericídio

Parlamentares peemedebistas avaliam que foi sincera a declaração do colega-ministro Marcelo Castro (Saúde) ao admitir que o Brasil “perde feio” a batalha contra o Aedes aegypti. Mas reconhecem que “sinceridade demais” pode encurtar sua gestão.

Pito conciliador

Depois de mais uma gafe, Marcelo Castro foi chamado ao Palácio do Planalto pela presidente Dilma. A petista ainda mantém o tom conciliador com o aliado. Refém do PMDB para votações de interesse do governo, Dilma descarta substituí-lo, mas vai intensificar a vigilância e cobranças sobre o subalterno falastrão.

Coldre & Salário

A Assembleia Legislativa de Minas vive briga fratricida entre os deputados Cabo Júlio (PMDB), vice-líder do Governo, e Sargento Rodrigues (PDT), opositor do governador Pimentel (PT). Ambos são egressos da PM e duelam pela alteração da data do pagamento do salário da tropa. Júlio e Rodrigues eram líderes da greve de 1997.

Mea culpa

Advogados signatários do manifesto contra a Lava Jato avaliam que o tiro saiu pela culatra. Reunidos constantemente, analisam como péssima a repercussão da missiva, tanto no meio jurídico quanto no político, e esquadrinham outras frentes de ataque ao comandante-mor da operação, juiz federal Sérgio Moro.

Cigarro FC

Alejandro Dibb, novo presidente da Confederação Sul Americana de Futebol, é filho do argentino Julio Osvaldo Dominguez Dibb, conhecido no Paraguai como ODD, dono de marcas de cigarros contrabandeados para o Brasil. Nada surpreendente num país onde o presidente Horário Cartes é do time dos cigarreiros enrolados.

Chama o Gilbertinho!

Diante da ameaça de ofensiva do MST e movimentos sociais contra o governo, o ex-ministro Gilberto Carvalho foi acionado para intermediar o diálogo e tentar apaziguar os ânimos. Mas Carvalho declinou do convite.

Com Equipe DF, SP e Nordeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Carlos U Pozzobon disse:

    A falta de esgotos comprova a descoordenação do governo Dilma, sua incapacidade de fazer qualquer obra chegar ao fim. Por isso se diz que o governo acabou. Somente o Impeachment poderá recompor o caos criado pela corrupção como modelo de governança, porque esse descalabro não pode durar três anos.

  2. Claudio Sousa disse:

    Em Maricá-RJ, dois desses elefantes enlameados foram inaugurados com pompa e circunstância… Mas sem água, sem esgoto (manilha despejando esgoto in natura em valão pode?), energia precária com quedas constantes, transporte deficiente, traficantes já instalados, milícia se insinuando, apadrinhados do desgoverno recebendo “presentinhos” em forma de apartamentos, escolas de menos, alunos de mais, não há creches, não há emprego para absorver a massa de novos moradores… E cara alegre! A cereja do bolo: um dos “condomínios” foi batizado pelo prefeito Quaquá com o digníssimo (??) nome de um cidadão, no mínimo, controverso. Carlos Marighella. Pobres condôminos. Na última chuva forte, todos que moram no primeiro andar receberam de volta os dejetos mandados sabe-se lá para onde. Lamentável. Mas é a cara dos “feitos” da camarilha…

  3. Áureo Ramos de Souza disse:

    E veja amigo Carlos a noticia logo abaixo um SEDAN e um CAMINHÃO em pouco tempo foi aprovado e o esgoto fica a espera!!!

  4. karina disse:

    Se por acaso sua casa está um pouco abaixo do nível da rua este pode ser um dos problemas, pois quantidades pequenas de água irão transbordar por seus ralos, neste caso deverá considerar a instalação de bombas para drenar o esgoto.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *