Início » Brasil » Ministério do Trabalho é invadido e tem salas reviradas
BRASÍLIA

Ministério do Trabalho é invadido e tem salas reviradas

Salas do setor de seguro-desemprego amanheceram reviradas e com documentos atirados ao chão. Polícia Federal investiga o caso

Ministério do Trabalho é invadido e tem salas reviradas
Local foi isolado pela polícia e ainda não se sabe o que foi levado (Foto: Reprodução/G1)

Salas do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) amanheceram reviradas nesta segunda-feira, 16. Como mostram gravações de câmeras de segurança, um homem teria invadido diferentes locais no 1º andar do prédio e revirado documentos.

De acordo com o MTE, o incidente ocorreu em duas salas do setor de seguro-desemprego, mas ainda não se sabe o que foi levado. As imagens serão encaminhadas para a Polícia Federal (PF), que já isolou o primeiro andar, partes da área externa do prédio e está fazendo a perícia. As informações são do portal G1.

Mesmo com a interdição da PF, o expediente no Ministério do Trabalho não será alterado. Um inquérito para investigar o caso já foi instaurado. As investigações terão reforço da equipe que comanda a Operação Registro Espúrio, que já teve três etapas deflagradas. A ação da PF investiga um esquema de fraude na concessão de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho e Emprego.

O MTE tem sido uma das pastas mais envolvidas em polêmicas do governo federal nos últimos meses. No início deste ano, a indicação da deputada Cristiane Brasil para ministra do Trabalho colocou a pasta no centro de uma controvérsia. Michel Temer desistiu da indicação e, nos meses que se seguiram, quatro diferentes nomes foram cotados para a pasta. Atualmente, o cargo é ocupado pelo ex-desembargador Caio Vieira de Mello, que assumiu o posto na última semana.

Além disso, em maio, a Polícia Federal deflagrou a Operação Registro Espúrio, que apura fraudes em contratos na concessão de registros sindicais junto ao ministério.

 

Fontes:
Congresso em Foco-PF investiga invasão no Ministério do Trabalho; papéis foram revirados
G1-Ministério do Trabalho é invadido e amanhece com salas reviradas; 1º andar é interditado

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. André Vinícius Vieites disse:

    Trazido para os dias de hoje o impacto de falta de perspectiva, é custo da passagem para o usuário, trabalhador. Isso é calculado considerando a inflação (IPCA). As “subidas” na linha de raciocínio financeiro, ocorrem quando as prefeituras reajustam o preço da passagem ; – quando disparam as passagens de São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre, parece difícil de conter microambientes de inflação em todo o país, parece que esses impactos trazidos pelo MTE são piores a cada trimestre. A isso é bem a pauta correta, falta de reajustes salariais e reajustes bárbaros de passagem dos coletivos metropolitanos. Zum Zum no congresso, e falta de esperança econômica, e a fraca atuação de Temer, e mais porrada do MTE tem sido uma das pastas mais envolvidas em polêmicas do governo federal nos últimos meses. No início deste ano, a indicação da deputada Cristiane Brasil corrupta até o último fio de cabelo, para ministra do Trabalho colocou a pasta no centro de uma controvérsia. Michel Temer nem sabe quem assumiu o que e quando na última semana.
    Tá fraco esse Temer mesmo.

  2. Áureo Ramos de souza disse:

    Isto já era de se esperar e principalmente no ministério do trabalho. Eles sabia ou foi comunicado por alguém que a policia federal iria ao local e correram para retirar provas. Não precisa de mais nada como prova. E os 17 sindicatos não é mole.

  3. Almanakut Brasil disse:

    Mais de 13 milhões de desempregados, 17 mil sindicatos, máquina pública inchada, cadeias lotadas, vagabundos soltos e acham Ministério do Trabalho seria levado à sério no País dos Sem-vergonhas?

  4. Antônio Rodrigues disse:

    Meu comentário é simples. Pode verificar quanto este ministério gasta com seguranças durante um mês. Não havia nenhum para proteger o prédio? Talvez crianças acreditem que não há nenhuma ligação com políticos safados e corruptos que se beneficiavam de mais esta corrupção deslavada. É um país que dá tristeza de nele viver e de conviver com tantos ratos, comendo a grana do povo, sem nenhum peso de consciência. Hoje, realiza-se o conteúdo da piada em que o anjo perguntou a Deus: “Deus, o senhor não está sendo muito bom com este país? Riquezas minerais, extensão, praias, mulheres lindas, etc… Calma Gabriel, vais ver os políticos quem eu vou botar lá”. Certamente, estes políticos excederam o que Deus pensava. Vão muito além

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *