Início » Brasil » Ministério Público vai investigar jogo ‘Bolsomito 2K18’
POLÊMICA

Ministério Público vai investigar jogo ‘Bolsomito 2K18’

Jogo que faz referência ao momento político brasileiro causou polêmica nas redes sociais por mostrar o protagonista ganhando pontos ‘ao matar minorias’

Ministério Público vai investigar jogo ‘Bolsomito 2K18’
Jogo teria como inspiração a imagem do presidenciável Jair Bolsonaro (Foto: Steam)

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) abriu um inquérito civil público, na última quarta-feira, 10, para investigar um polêmico jogo de computador.

Chamado de “Bolsomito 2K18”, o jogo, disponibilizado pela plataforma Steam, permite que o protagonista, uma figura aparentemente inspirada no presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), “ganhe pontos ao matar minorias”, conforme explica o MPDFT, através de um comunicado. O jogo foi desenvolvido pela startup BS Studios.

Segundo o inquérito, serão investigados a startup, os desenvolvedores do jogo, a Steam e a Valve Corporation, que é a empresa responsável pela Steam. De acordo com o MPDFT, a Valve será notificada para que pare de disponibilizar o jogo, enquanto o Centro de Produção, Análise, Difusão e Segurança da Informação do MPDFT vai trabalhar para identificar e qualificar os desenvolvedores do jogo.

Para abrir o inquérito, o MPDFT usou como base as funções do Ministério Público, a Constituição Federal, o Marco Civil da Internet, o Código de Defesa do Consumidor, entre outros.

Bolsomito 2K18

Na descrição do jogo na plataforma, os desenvolvedores explicam: “derrote os males do comunismo nesse game politicamente incorreto, e seja o herói que vai livrar uma nação da miséria. Esteja preparado para enfrentar os mais diferentes tipos de inimigos que pretendem instaurar uma ditadura ideológica criminosa no país. Muita porrada e boas risadas”.

Ademais, os desenvolvedores falam sobre a jogabilidade, visual e afirmam que “qualquer semelhança é mera referência”, fazendo uma conexão com o momento político brasileiro, que tem um segundo turno entre Bolsonaro e o presidenciável Fernando Haddad (PT).

No vídeo de divulgação do jogo, o protagonista “Bolsomito” aparece batalhando contra diferentes pessoas, algumas trajando uma camiseta vermelha que se assemelha à utilizada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST). Em outras imagens, o protagonista passa por uma sequência de animais com a sigla “PT” exposta e aparece lutando em um cenário que se assemelha às paradas LGBTs.

O jogo foi lançado no último dia 5 de outubro, dois dias antes da votação do primeiro turno das eleições presidenciais. Até o momento, segundo a página do game na Steam, foram realizadas 132 avaliações sobre o game, com uma média “muito positiva”.

Nas redes sociais, o jogo divide opiniões. Enquanto internautas pedem a denúncia e a retirada do jogo do ar devido ao seu teor ofensivo contra minorias, outros defendem a sua permanência, comparando-o com o popular jogo Grand Thef Auto V (GTA V), que é reconhecido por sua violência.

Bolsonaro contra a violência

Pelas redes sociais o presidenciável ainda não se posicionou diretamente sobre o jogo. No entanto, na última quarta-feira, 10, com diferentes casos de violências entre eleitores ganhando as manchetes, Bolsonaro usou o Twitter para pedir que “esse tipo de gente vote nulo ou na oposição por coerência”.

“Dispensamos voto e qualquer aproximação de quem pratica violência contra eleitores que não votam em mim. A este tipo de gente peço que vote nulo ou na oposição por coerência, e que as autoridades tomem as medidas cabíveis, assim como contra caluniadores que tentam nos prejudicar”, escreveu.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *