Início » Brasil » Ministra diz ter título da ONU que não existe
'EMBAIXADORA DA PAZ'

Ministra diz ter título da ONU que não existe

Nomeada para o Ministério dos Direitos Humanos, Luislinda Valois diz ser Embaixadora da Paz da ONU. O posto, porém, não existe

Ministra diz ter título da ONU que não existe
Planalto diz ter divulgado informações com base na biografia da própria ministra (Foto: Flickr)

Ao criar o Ministério dos Direitos Humanos, o Planalto nomeou a desembargadora aposentada Luislinda Valois como ministra. Na apresentação, é destacada a biografia da ministra, que inclui o “título de embaixadora da paz da ONU em 2012”. O posto, porém, não existe, de acordo com as próprias Nações Unidas.

A ministra recebeu, em 2012, uma homenagem de uma ONG fundada pelo líder religioso coreano Sun Myung Moon, conhecido como Reverendo Moon (1920-2012). A ONG Federação para a Paz Universal (UPF, na sigla em inglês), é uma das mais de 3,000 organizações não governamentais que prestam consultoria para a Ecosoc, o braço econômico e social da ONU.

A ONU reconhece a parceria, mas esclarece que “nenhuma instituição ou empresa está formal ou legalmente autorizada a representar ou a falar em nome das Nações Unidas, ou de qualquer Departamento do Secretariado da ONU”.

A ministra Luislinda já foi intitulada “embaixadora da ONU” por um órgão federal antes, quando era secretária de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, órgão ligado ao Ministério da Justiça.

Em um vídeo de 2013, Luislinda conta que foi informada da homenagem por telefone, e que lhe explicaram que ela receberia “um título de embaixadora da paz diante de tantos projetos sociais que tenho desenvolvido Brasil afora e com repercussão no exterior.”

O dado sobre o título ser da UPF, e não da ONU, não consta nos informativos divulgados pelo governo. A pasta não disse o motivo de as informações terem sido publicadas desta forma. Quando questionado, o Planalto disse que “divulgou informações com base na biografia da própria ministra”. A UPF no Brasil foi procurada, mas não se manifestou.

Fontes:
Folha-Ministra de Direitos Humanos diz ter título da ONU que não existe

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Natanael Ferraz disse:

    Lembra a Dilma que alegava ter um diploma que ninguém viu…nem a universidade.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *