Início » Brasil » Ministro do STF manda investigar ‘vazamento’ de decisão sobre sigilo de Temer
PRESIDENTE INVESTIGADO

Ministro do STF manda investigar ‘vazamento’ de decisão sobre sigilo de Temer

Segundo Barroso, pedido apresentado pela defesa do presidente para acessar a decisão revelou números até então mantidos sob sigilo

Ministro do STF manda investigar ‘vazamento’ de decisão sobre sigilo de Temer
Temer é um dos investigados em um inquérito que apura supostos crimes na edição do chamado Decreto dos Portos (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou investigar o “vazamento” da decisão sobre a quebra do sigilo bancário do presidente Michel Temer.

Barroso informou nesta terça-feira, 6, que o pedido apresentado pela defesa do presidente para acessar a decisão revelou números até então mantidos sob sigilo.

Em seu despacho, Barroso afirmou que “a petição apresentada pela ilustre defesa do Excelentíssimo Senhor Presidente da República revela conhecimento até mesmo dos números de autuação que teriam recebido procedimentos de investigação absolutamente sigilosos”

O ministro decidiu que, “diante de novo vazamento, determino seja incluída na investigação – cuja abertura foi por mim determinada neste Inquérito, no despacho de 27.02.2018 –, a apuração das responsabilidades cabíveis”.

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência afirmou nesta terça que a defesa de Michel Temer obteve todas as informações no site do próprio STF.

O presidente Michel Temer é um dos investigados em um inquérito que apura supostos crimes na edição do chamado Decreto dos Portos. O ministro Barroso, relator do inquérito, determinou a quebra do sigilo bancário de Michel Temer no período de janeiro de 2013 a junho de 2017.

Fontes:
Estado de Minas - Barroso determina investigação sobre vazamento da quebra de sigilo de Temer

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Aureo Ramos de Souza disse:

    Ele ou melhor seus advogados descobriram antes e ponto final.SE FINIR

  2. Carlos Valoir Simões disse:

    “A Secretaria de Comunicação Social da Presidência afirmou nesta terça que a defesa de Michel Temer obteve todas as informações no site do próprio STF”.
    Desculpa esfarrapada, se a informação era classificada com grau de sigilo, deve ser mantida assim por quem quer que seja. É da Lei.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *