Início » Brasil » Miriam Leitão é alvo de ataques verbais de delegados do PT em voo
VIOLÊNCIA VERBAL

Miriam Leitão é alvo de ataques verbais de delegados do PT em voo

Agressão ocorreu em um voo de Brasília para o Rio de Janeiro, no qual estavam delegados do PT que voltavam de um congresso

Miriam Leitão é alvo de ataques verbais de delegados do PT em voo
Jornalista do 'Globo' relatou o ataque em sua coluna diária no jornal (Foto: Youtube)

A jornalista Miriam Leitão, do Globo, afirmou em sua coluna publicada nesta terça-feira, 13, ter sido alvo de ataques verbais de um grupo partidário do PT durante um voo de Brasília com destino ao Rio de Janeiro.

Intitulada “Ódio a bordo”, a coluna relata a violência verbal da qual a jornalista foi alvo, sem que houvesse intervenção da tripulação do voo, da companhia Avianca. Confira abaixo o relato na íntegra:

Sofri um ataque de violência verbal por parte de delegados do PT dentro de um voo. Foram duas horas de gritos, xingamentos, palavras de ordem contra mim e contra a TV Globo. Não eram jovens militantes, eram homens e mulheres representantes partidários. Alguns já em seus cinquenta anos. Fui ameaçada, tive meu nome achincalhado e fui acusada de ter defendido posições que não defendo.

Sábado, 3 de junho, o voo 6237 da Avianca, das19h05, de Brasília para o Santos Dumont, estava no horário. O Congresso do PT em Brasília havia acabado naquela tarde e por isso eles estavam ainda vestidos com camisetas do encontro. Eu tinha ido a Brasília gravar o programa da Globonews.

Antes de chegar ao portão, fui comprar água e ouvi gritos do outro lado. Olhei instintivamente e vi que um grupo me dirigia ofensas. O barulho parou em seguida, e achei que embarcariam em outro voo.

Fui uma das primeiras a entrar no avião e me sentei na 15C. Logo depois eles entraram e começaram as hostilidades antes mesmo de sentarem. Por coincidência, estavam todos, talvez uns 20, em cadeiras próximas de mim. Alguns à minha frente, outros do lado, outros atrás. Alguns mais silenciosos me dirigiram olhares de ódio ou risos debochados, outros lançavam ofensas.

— Terrorista, terrorista — gritaram alguns.

Pensei na ironia. Foi “terrorista” a palavra com que fui recebida em um quartel do Exército, aos 19 anos, durante minha prisão na ditadura. Tantas décadas depois, em plena democracia, a mesma palavra era lançada contra mim.

Uma comissária, a única mulher na tripulação, veio, abaixou-se e falou:

— O comandante te convida a sentar na frente.

— Diga ao comandante que eu comprei a 15C e é aqui que eu vou ficar — respondi.

O avião já estava atrasado àquela altura. Os gritos, slogans, cantorias continuavam, diante de uma tripulação inerte, que nada fazia para restabelecer a ordem a bordo em respeito aos passageiros. Os petistas pareciam estar numa manifestação. Minutos depois, a aeromoça voltou:

— A Polícia Federal está mandando você ir para frente. Disse que se a senhora não for o avião não sai.

— Diga à Polícia Federal que enfrentei a ditadura. Não tenho medo. De nada.

Não vi ninguém da Polícia Federal. Se esteve lá, ficou na porta do avião e não andou pelo corredor, não chegou até a minha cadeira.

Durante todo o voo, os delegados do PT me ofenderam, mostrando uma visão totalmente distorcida do meu trabalho. Certamente não o acompanham. Não sou inimiga do partido, não torci pela crise, alertei que ela ocorreria pelos erros que estavam sendo cometidos. Quando os governos do PT acertaram, fiz avaliações positivas e há vários registros disso.

Durante o voo foram muitas as ofensas, e, nos momentos de maior tensão, alguns levantavam o celular esperando a reação que eu não tive. Houve um gesto de tão baixo nível que prefiro nem relatar aqui. Calculavam que eu perderia o autocontrole. Não filmei porque isso seria visto como provocação. Permaneci em silêncio. Alguns, ao andarem no corredor, empurravam minha cadeira, entre outras grosserias. Ameaçaram atacar fisicamente a emissora, mostrando desconhecimento histórico mínimo: “quando eles mataram Getúlio o povo foi lá e quebrou a Globo”, berrou um deles. Ela foi fundada onze anos depois do suicídio de Vargas.

O piloto nada disse ou fez para restabelecer a paz a bordo. Nem mesmo um pedido de silêncio pelo serviço de som. Ele é a autoridade dentro do avião, mas não a exerceu. A viagem transcorreu em clima de comício, e, em meio a refrões, pousamos no Santos Dumont. A Avianca não me deu — nem aos demais passageiros — qualquer explicação sobre sua inusitada leniência e flagrante desrespeito às regras de segurança em voo. Alguns dos delegados do PT estavam bem exaltados. Quando me levantei, um deles, no corredor, me apontou o dedo xingando em altos brados. Passei entre eles no saguão do aeroporto debaixo do coro ofensivo.

Não acho que o PT é isso, mas repito que os protagonistas desse ataque de ódio eram profissionais do partido. Lula citou, mais de uma vez, meu nome em comícios ou reuniões partidárias. Como fez nesse último fim de semana. É um erro. Não devo ser alvo do partido, nem do seu líder. Sou apenas uma jornalista e continuarei fazendo meu trabalho.”

Avianca divulga nota sobre o episódio

Em nota enviada à imprensa, a Avianca esclareceu o episódio e afirmou ter seguido todo o procedimento exigido para casos do tipo. Confira abaixo a nota na íntegra:

“A Avianca Brasil vem a público esclarecer que repudia veementemente qualquer ação que viole os direitos dos cidadãos. A presença da Polícia Federal foi solicitada na aeronave que fazia o voo 6327 (Brasília – Rio de Janeiro/Santos-Dumont), no dia 3, após a tripulação detectar um tumulto a bordo que poderia atentar à segurança operacional e à integridade dos passageiros. O procedimento objetivo seguido pelo comandante, no estrito cumprimento de suas funções, seguiu a praxe do setor para esses casos.”

Fontes:
O Globo-Ódio a bordo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

23 Opiniões

  1. olbe disse:

    Pergunta que não quer calar: “Pq a turma do PT não foi lá gritar FORA TEMER qd a chapa estava sendo julgada?

  2. olbe disse:

    É de chorar ver tanta gente ignorante que não sabe do que está falando e dando palpites…
    SOMOS TODOS MIRIAM LEITÀO !!!!

  3. Dalva Cândida Rodrigues disse:

    Na maioria absoluta estes “pts” são extremamente ignorantes, sem noção! Não conseguem enxergar as falcatruas do sr. Lula. são pessoas sem princípios. Se os tivessem não fariam um papel destes em um voo . A jornalista Míriam Leitão é uma jornalista muito preparada, inteligente, sou sua fã pelo brilhante trabalho. A senhora Dilma é muito despreparada, muita falta de conhecimento. Este senhor Temer não tem expressão o quanto é desumano, a postura de proteção aos ricos, leis que protegem o neoliberalismo.Que país é este? Que empresa é esta que permite estes animais com este comportamento dentro de um voo?

  4. Fernando Henrique disse:

    Mas essa farsa não durou muito, né?
    Já divulgaram links sobre o assunto, com vídeos e depoimentos de outras pessoas.

    Fora o absurdo de um policial federal intimidar um cidadão dentro do vôo e depois filmá-los. Voltamos à ditadura?

    Não lembro desse tipo de coisa acontecer quando o governo era do PT.

    E ainda tem imbecil nos comentários reclamando de “Democracia do PT”. Cara, você é um imbecil.

  5. Beraldo disse:

    Quem é Miriam Leitão?

    Eta pessoal burro!

    Jornalistazinha de segunda categoria, que tem no currículo a curiosidade de ter sido presa pela Ditadura Militar.

    Não tem opinião própria e só sabe falar sobre o que todo mundo já sabe.

  6. Natanael Ferraz disse:

    Mirian Leitão ( a camarada Amélia), por ser comunista e ex-terrorista (ex – ?) devia saber que o nível dessa gente é baixo.

  7. Carlos disse:

    Adorava ver essa senhora gaguejando quando tinha que dar notícias boas do governo PT. Ala massacrou o povo com notícias enviezadas e descomprometida com o projeto de nação, que bem ou mal ajudaram muitas pessoas como nunca antes. Acho covardia quando um profissional que tem por dever, e para o bem da nação, se comprometer com a imparcialidade da informação , inflar os ânimos da nação com notícias que atendem interesses outros que não o de fazer a justa informação que o povo merece.

  8. Áureo Ramos de Souza disse:

    Minha querida Mirian fizeste o que devia e eles demonstraram o que são. Sempre foram moleuques e agora que perderam a popularidade um pouco que restou procuram ainda continuar. Hoje o PT não tem mais dinheiro para banca-los e irão terminar na sergeta. Vou publicar no facebook para que todos saibam quem era e quem continua sendo o PT de Luiz Inácio e Dilma.Abraço do seu leitor Áureo Ramos

  9. Henrique de Almeida Lara disse:

    Admiro-me que diante de todas as demonstrações comportamental e de conduta imoral dos Petistas, ainda há pessoas que apoiam esse partido!!! Onde está a racionalidade?

  10. Helio disse:

    Em primeiro lugar minha solidariedade a esta jornalista
    competente e honrada, Miriam Leitão. e, em seguida o meu
    repúdio a mais esta demonstração de violência e de completa
    adesão aos métodos totalitários n exercício do poder. E,
    finalmente, quero dizer com todas as letras que estou indignado
    pela covardia liderada pelo comandante da aeronave, acompanhada de
    forma desprezível pelos seus tripulantes. Foi uma versão nova de um antigo filme, desta vez chamado de “Apertem os cintos porque o comandante fugiu” e não mais comédia, mas terror.

  11. Almanakut Brasil disse:

    Na conversa com Bial, que toda a verdade seja dita!

    General de Brigada Paulo Chagas – 08/06/2017

    Como escrevi, há algum tempo, à Sra Mírian Leitão, ela tem todas as razões do mundo para não esquecer do que lhe teria acontecido nos dias em que esteve presa, assim como não tem qualquer razão para esquecer dos motivos que a levaram ao cárcere e a receber o codinome de “Amélia” em uma organização terrorista!

    Em dezembro de 1972, ano em que Miriam Leitão foi presa, identificada como a militante “Amelia”, do PC do B, mais de cem pessoas tinham sido mortas em consequência de atentados terroristas, 300 bancos tinham sido assaltados por terroristas, 300 militantes comunistas haviam sido enviados para cursos de terrorismo na China e em Cuba, vários quartéis haviam sido assaltados para roubo de armamento, 3 diplomatas haviam sido sequestrados, militares estrangeiros haviam sido justiçados, vários atentados à bomba haviam sido executados – dentre eles o do Aeroporto dos Guararapes e o ataque ao QG do II Exército – e a Guerrilha do Araguaia – comandada, patrocinada e mobiliada por agentes do PC do B – estava em curso de operações, em vista disso, é fácil concluir que a militância da jovem jornalista e de seu namorado nos quadros do partido os enquadrava na categoria de agentes do terrorismo.

    Na busca da verdade, que toda a verdade seja dita!

    https://genpaulochagas.wordpress.com/2017/06/08/na-conversa-com-bial-que-toda-a-verdade-seja-dita

  12. DINARTE DA COSTA PASSOS disse:

    Foi a melhor coisa que podia acontecer. Quando ela a toda poderosa da Globo está fazendo suas considerações que de economia não tem nada. Só política. Agride, como sempre agrediu toda as conquista de um governo popular e não se importou em ofender quem quer que seja em seus comentários pouco recomendado para a sociedade brasileira. Agora tem coragem de dizer que foi agredida! Somente provou de uma pequena dose de seu próprio Veneno.

    É o povo que repudia as atitudes dela. Lembre-se que os mais exaltados Líderes revolucionários da França não demoraram ir para a Guilhotina. Caiu o Rei e a Rainha, mas a cabeça de Robespierre também rolou. Estou muito contente pois estou esperando que a cabeça da Miriam Leitão rola também. É a Lei dos agitadores que se voltam contra eles. Bem Feito!

    Maldita seja Miriam Leitão e sua companhia!

  13. Patrícia disse:

    Eu ainda me espanto com a canalhice do PT. Não deveria mais, pois são tantos os seus “seguidores” a provar ao mundo o quanto são ignorantes, violentos e ditatoriais….
    Miriam Leitão tem meu respeito como jornalista de economia. O que ela tem feito que tanto desagrada ao PT? Tem defendido a necessidade (que é real) das Reformas que o atual governo teve a coragem impopular de bancar. Isto não significa que ela apoia corrupção nem corruptos no Poder, ao contrário. Significa que ela, assim como todos os brasileiros de bem, está cheia de discursos socialmente “correto” e medidas nefastas contra a economia do país, o que levou-nos à atual recessão. Chega de mímimi, a esquerda tem que admitir que a atual política econômica está no caminho mais acertado do que antes. Temer pode sair fora, mas não podemos retroceder nas Reformas.
    #ApoioMiriamLeitão

  14. Nelson disse:

    PT – Partido das Trevas

  15. Paulo Fernando disse:

    Grande falta de: respeito, cidadania, educação e outros precedentes digno do ser humano, com a pessoa da Mirian Leitão e sua profissão de jornalista. Para que tanto ódio, vingança, desse grupo de pessoas, de forma desnecessária. Isto é caso de polícia…

  16. Rogerio Faria disse:

    Eu não acho que tenha sido gente do PT. É o povo comum que não aguenta mais esta mulher economista rentista fazendo aqueles comentariosinhos esdrúxulos pró mercado agiota…

  17. Tião disse:

    Semeiam um ódio que querem combater quando é contra eles, ou com os outros bandidos, comuns, e seus sempre vigilantes paladinos dos direitos humanos. Isso só depõe contra o partido e sua militância. O asco nacional só cresce.
    Lamentável sob todos os aspectos.

  18. Markut disse:

    É de se perguntar se alguns desses energúmenos leu o livro da Miriam Leitão: História do Futuro
    O horizonte do Brasil no século XXI,ao menos para contestá-la civilizadamente.

  19. Plinio disse:

    Beber do próprio venene nem sem é bom!

  20. Markut disse:

    Uma significativa amostra do modus operandi ,em que a intimidação gratuita e ignorante se sobrepõe à impossivel racionalidade. Só ódio e radicalismo gratuito, deslocado da realidade.
    E é com esse nivel de apoio incondicional , intimidador e desinformado, que a cúpula do lulo petismo conta, para conduzir o rebanho ao precipício.

  21. laercio disse:

    Penso que houve atitude da tripulação sim pois a ofendida foi convidada a ir para outro local. Por opção própria não foi. Optou por ficar em um local onde as provocações se manterem colocando em risco os demais passageiros. Claro que a posição do PT foi ridícula como já era de se esperar

  22. laercio disse:

    Penso que houve atitude da tripulação sim pois a ofendida foi convidada a ir para outro local. Por opção própria não foi. Optou por ficar em um local onde as provocações se manterem colocando em risco os demais passageiros.

  23. José Paulo de Resende disse:

    Infelizmente é esta a democracia do PT……Democratura…….Vergonhoso……Absurdo……Esta gente do PT não tem respeito por ninguém…………

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *