Início » Brasil » Mixou o saldo
COLUNA ESPLANADA

Mixou o saldo

MDB vai passar aperto para se bancar em Brasília e país adentro

Mixou o saldo
O antigo PMDB perdeu o P, de potência (Fonte: Reprodução/mdb.org)

O antigo PMDB perdeu o P, de potência. O agora MDB vai passar aperto para se bancar em Brasília e país adentro. A fundação Ulysses Guimarães, da legenda, soltou carta a filiados avisando que o caixa fomentado pelo fundo partidário será bem reduzido a partir de 2019, com a redução da bancada na Câmara Federal de 66 para 34 deputados. Serão atingidos os cofres do MDB nacional, diretórios estaduais, MDB Mulher, além do da própria fundação.

É dever!

O último parágrafo da Carta empurra para Deus um dever dos homens: “Desejamos que Deus nos ilumine para continuarmos trilhando o caminho das boas práticas, dos bons costumes e do trabalho digno”.

Técnico…

O técnico da Embrapa Evaristo de Miranda será o novo ministro do Meio Ambiente, no Governo de Jair Bolsonaro (PSL). Se o staff da transição não recuar.

…no campo

Miranda é agrônomo, tem mestrado e doutorado em ecologia pela Montpellier Uni (França), e autor de 45 livros. Está no setor desde 1980.

Mercado

A escolha do embaixador Ernesto Fraga, chefe de departamento das Américas, para Chanceler – a Coluna antecipou semana passada – é aproximação certa com os EUA.

Óleo na pista

Não bastasse toda a polêmica da tabela de preços para fretes dos caminhoneiros, a Agência Nacional de Transporte Terrestres jogou óleo na pista. A Resolução 5.833 estabelece a multa para o motorista que cobrar carga abaixo da tabela. Será de duas vezes a diferença entre o valor pago e o piso da tabela.

Turma do Zequinha

Após a indicação de Zequinha Sarney para a Secretaria de Meio Ambiente (a família não perde o Poder), o governador eleito do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, poderá indicar André Lima para a presidência do Ibram – Instituto Brasília Ambiental.

Turma da Marina

Lima foi secretário do Meio Ambiente do governo de Rodrigo Rollemberg (PSB) e atuou com Marina Silva. No DF, segurou processos de legalização de áreas residenciais. A jogada de Zequinha e Ibaneis é uma tentativa de atrair para o GDF os sem-cargo da REDE – e o apoio do partido na governabilidade.

Fumaça na transição

Um dos cotados para assumir o Ministério da Saúde do presidente eleito Bolsonaro, o deputado Luiz Henrique Mandetta (DEM) insinuou que os eleitores do PT são “maconheiros”. Foi em 2015, quando Dilma Rousseff ainda era presidente.

Língua solta

Durante reunião da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara Federal, Mandetta, ao se posicionar contra a legalização da maconha, ironizou: “O pessoal está defendendo a liberação da maconha, mas precisa ver para quê você vai liberar. Depois o cara começa com maconha, passa para a cocaína, crack e acaba votando no PT no final do processo todo”.

Nem tão Trump

O presidente eleito Bolsonaro tem admitido que poderá rever a promessa de transferir a embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém. Se confirmado, será mais um recuo que se somará aos outros anunciados nos últimos dias, como a manutenção do Ministério do Trabalho.

É o mercado

Parlamentares ruralistas e entidades do agro fizeram chegar a Bolsonaro que a medida poderá ter impactos nas exportações. Um dos principais parceiros comerciais do Brasil, os países árabes compraram, em 2017, mais de US$ 983 milhões em carne bovina brasileira e o Egito foi o maior comprador com US$ 519 milhões.

Trilha na Amazônia

O professor e guia de Manaus Francisco Girão, que lançou o excelente livro ‘Planejamento de Sistemas de Trilhas: uma pegada social, ambiental, cultural’, vai estrear a sua agência de passeios com rotas na floresta. A Cactus da Amazônia Consultoria. Contato no fcogirao@gmail.com

ESPLANADEIRA

.O jornalista Tião Pinheiro, editor chefe do Jornal do Tocantins e também poeta, teve seu poema ‘Graça Graciosa’ impresso e colado na parede do restaurante Dona Maria, em Palmas.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *