Início » Brasil » Morre o diplomata Luiz Felipe Lampreia
OBITUÁRIO

Morre o diplomata Luiz Felipe Lampreia

Ministro das Relações Exteriores do governo Fernando Henrique, Lampreia foi vítima de um ataque cardíaco aos 74 anos

Morre o diplomata Luiz Felipe Lampreia
Lampreia desenvolveu o gosto pela diplomacia ainda criança (Foto: Youtube)

O diplomata Luiz Felipe Lampreia morreu na manhã desta terça-feira, 2, aos 74 anos, vítima de um ataque cardíaco. Lampreia foi ministro das Relações Exteriores entre 1995 e 2001, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

O diplomata morreu um mês após receber alta do Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, onde passou por tratamento contra um tumor no pulmão.

Nascido em 19 de outubro de 1941, no Rio de Janeiro, Lampreia tomou gosto pela diplomacia cedo, em 1945, quando tinha apenas quatro anos e sua família precisou se mudar para Lisboa. Os pais de Lampreia decidiram que o melhor trajeto a fazer era pegar um hidroavião na Baía de Guanabara com destino a Natal, no Rio Grande do Norte. De lá, partiriam para a Europa. Em seu livro “O Brasil e os Ventos do Mundo” (2009), Lampreia conta que o avião deslizou um pouco pela baía e fez uma pausa antes de decolar. Neste momento, ele perguntou para a mãe “Já chegamos em Lisboa?”.

De volta ao Rio de Janeiro, ele se formou em sociologia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC), em 1962, ano em que ingressou no Instituto Rio Branco. Em 1963, foi nomeado Terceiro Secretário, primeiro estágio da carreira de diplomata. Participou de missões junto à ONU entre 1966 e 1968, e da Delegação Permanente do Brasil em Genebra de 1968 a 1971.

Atuou como embaixador em Genebra (de 1968 a 1971), em Washington (de 1979 a 1983), em Paramaribo, capital do Suriname, (de 1983 a 1985),  Lisboa (de 1990 a 1992) e em Genebra (de 1993 a 1994), onde liderou a comissão do Brasil na OMC. Em 1995, assumiu o Itamaraty. Atualmente era vice-presidente emérito do Centro brasileiro de Relações internacionais (Cebri).

Em nota, seu sucessor, Celso Amorim , chanceler do governo Lula, lamentou a morte de Lampreia. “Com tristeza tomei conhecimento do falecimento do Ministro Luiz Felipe Lampreia, a quem sempre tive em alta consideração como profissional e colega. Lampreia e eu mantínhamos relação de respeito e lealdade recíprocos, nas várias posições que ocupamos, independentemente de nossas eventuais diferenças políticas. Recentemente, tive o prazer de ver seu nome em um abaixo assinado, que eu só viria a firmar mais tarde, sobre a questão do pedido de agrément do embaixador israelense. Sucedi Luiz Felipe Lampreia como embaixador em Genebra (inclusive no sistema GATT/OMC), secretário-geral e ministro das relações exteriores (e vice-versa). Posso dar testemunho da elevada reputação de que gozava entre seus pares de outros países”.

Fontes:
Palestrantes.org-Luiz Felipe Lampreia
Jornal do Brasil-Morre o ex-chanceler Luiz Felipe Lampreia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *