Início » Brasil » Morre Rui Barbosa
Nesta Data

Morre Rui Barbosa

No dia 01 de março de 1923, morre Rui Barbosa, que se destacou na função de político e diplomata durante a República Velha

Morre Rui Barbosa
Rui recebeu o prêmio "Águia de Haia" por seu desempenho nas negociações de paz na conferência de Haia em 1907 (Foto: Reprodução/Internet)

Rui Barbosa foi advogado, jornalista e político. Nasceu em Salvador, Bahia, em 5 de novembro de 1849, e foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras (ABL).

Depois de concluir o ensino primário, Rui Barbosa mudou-se para Recife para estudar Direito. Em 1868, transferiu-se para a Faculdade de Direito de São Paulo, onde concluiu seus estudos. Iniciou sua carreira política na Bahia, onde lutou pela libertação dos escravos e por eleições diretas.

Em 1978, na Assembleia Provincial da Bahia, Rui foi eleito deputado, passando a ser deputado geral, representante do estado na Assembleia Nacional, no ano seguinte. Participou ativamente da reforma eleitoral e de ensino, além da emancipação dos escravos.

Com a proclamação da República, Rui tornou-se um dos mais importantes líderes políticos, sendo vice-chefe do governo provisório e titular da pasta de finanças. Após a dissolução do Congresso por Deodoro da Fonseca, ele abandonou o governo e passou a fazer oposição.

Em 1893, foi exilado por se envolver na Revolução da Armada, retornando ao país dois anos depois. Foi designado como representante do Brasil na Conferência de Paz de Haia, ganhando o prêmio de “Águia de Haia” por seu desempenho nas negociações, em 1907. Rui Barbosa candidatou-se duas vezes à Presidência da República, nas eleições de 1910, contra Hermes da Fonseca, e nas de 1919, contra Epitácio Pessoa em 1919, mas foi derrotado em ambas.

Rui Barbosa morreu aos 73 anos, no dia 1 de março de 1923, por complicações de um edema pulmonar. Sua biblioteca, com mais de 50 mil títulos, é mantida pela Fundação Casa de Rui Barbosa, sediada em sua antiga residência.

Fontes:
UOL-Rui Barbosa

1 Opinião

  1. Vitafer disse:

    Grande pequeno Rui!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *