Início » Brasil » A morte de Tancredo Neves
Nesta data

A morte de Tancredo Neves

Tancredo de Almeida Neves morreu no dia 21 de abril de 1985, véspera de sua posse, por complicações oriundas da retirada de um tumor benigno

A morte de Tancredo Neves
Em 1985 Tancredo foi eleito presidente ao derrotar Paulo Maluf do Partido Democrático Social (Reprodução/internet)

Nascido em São João del Rei, Minas Gerais, o típico representante da tradição moderadora da política mineira caracterizou-se pela postura conciliadora aplicada às negociações. Virtude que não influía na consistência de seu posicionamento liberal. Filho de Francisco de Paula Neves e de Antonina de Almeida Neves, Tancredo de Almeida Neves se formou em direito em 1932 e passou a exercer trabalho de advogado e promotor de justiça em sua cidade natal.

Iniciou sua carreira política em 1935. Com o fim do PP (Partido Progressista de Minas Gerais) o estadista se filiou ao Partido Nacionalista Mineiro PNM, em 1937, porém, perdeu seu mandato no mesmo ano, com o fechamento dos órgãos legislativos do país pelo Estado Novo. Após a queda de Vargas em 1945, foi eleito deputado estadual pelo Partido Social Democrático PSD (1947-1950 e 1951-1955). Nessa ocasião, Tancredo Neves vivia o momento de maior notoriedade política, como ministro da Justiça do governo Getulio Vargas. A forte desestabilização nacional no período culminou com a morte de Getúlio.

Neves foi um dos autores da campanha de Juscelino Kubitschek à presidência e um dos seus mais influentes conselheiros. Foi secretário de Fazenda de Minas Gerais e, em nova crise nacional (renúncia de Jânio Quadros, 1961), ajudou o ingresso de João Goulart na presidência ao ser primeiro-ministro do regime parlamentarista. Em 1963, deixou o cargo de primeiro-ministro após o retorno do regime presidencialista. Foi eleito deputado federal em outras quatro legislaturas (1963-1978). Com a reforma partidária de 1965 se filiou ao Movimento Democrático Brasileiro, o MDB. Em 1979 fundou o Partido Popular, ano em que foi eleito Senador.

Com a queda das coligações partidárias chegou ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), do qual foi vice-presidente. Na ocasião foi eleito governador de Minas Gerais (1983-1984). Em 1985 foi eleito presidente da republica ao derrotar Paulo Maluf do Partido Democrático Social (PDS) em eleição indireta. Contudo, no fatídico 14 de março – véspera de sua posse -, Tancredo foi submetido a uma cirurgia de urgência para remoção de um tumor benigno no abdômen. O procedimento apresentou complicações e Tancredo foi transferido para o Instituto do Coração, em São Paulo. Após várias cirurgias e dias de consternação nacional Tancredo de Almeida Neves veio a morrer em 21 de abril, deixando a presidência para seu vice José Sarney.

Fontes:
Brasil Escola-Tancredo de Almeida Neves

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *