Início » Brasil » MP aciona governador Agnelo por rombo recorde no País
Coluna Esplanada

MP aciona governador Agnelo por rombo recorde no País

A ação do MP surge como precedente perigoso para os governadores que estão deixando as contas com rombo

MP aciona governador Agnelo por rombo recorde no País
Governador Agnelo Queiroz foi acionado na Justiça (Fonte: Reprodução/ABr)

Após dois meses de denúncias e indicações do déficit bilionário que o governo deixará para o sucessor, o Ministério Público do DF e Territórios enfim acionou o governador Agnelo Queiroz (PT) na Justiça. O Processo 2014.01.1.196733-0 por improbidade administrativa tramita na 1ª Vara de Fazenda Pública e requer R$ 100 mil de indenização aos cofres públicos. Um montante acanhado diante do rombo deixado pela gestão do petista: algo em torno de R$ 5 bilhões, constatou a equipe de transição do governador eleito Rodrigo Rollemberg (PSB).

Só cresceu

Durante a campanha eleitoral o Governo do DF começou a indicar discretamente a crise nos cofres. Há três meses, havia R$ 1,3 bilhão em dívidas represadas para fornecedores.

Indicativo

Há um mês Agnelo praticamente sentenciou a falência da má gestão ao proibir, por decreto no D.O., novos gastos com servidores, como treinamentos e viagens a trabalho.

Porta aberta!

A ação do MP surge como precedente perigoso para os governadores que estão deixando as contas com rombo.

Sexteto, e só

O presidente do PMDB, senador Valdir Raupp, confirmou que o partido ficará mesmo com seis ministérios, incluindo o da neófita Kátia Abreu (PMDB-TO), futura comandante da Agricultura. O nome dela, pelo menos para o Palácio do Planalto, se manterá firme, apesar de o MST e certos petistas continuarem contrariados.

Em baixa

No discurso de despedida proferido pelo senador José Sarney (PMDB-AP), havia apenas sete senadores pouco antes das 16h, quando o encerrou. Revezaram-se 17 durante a fala. Mas a ausência sentida foi a do presidente Renan Calheiros (PMDB-AL).

… Mas com pose

A despeito de todas as críticas ao ex-presidente da República, como fisiologismo federal e domínio do Maranhão, o senador que se despede da vida pública tem seus méritos. Como presidente, segurou a transição democrática com os militares após a morte de Tancredo Neves, e valorizou muitas carreiras dos servidores públicos.

Coringa na mesa

A oposição incluiu o nome da presidente Dilma Rousseff na mesa, antes da reunião da CPMI da Petrobras na quarta-feira. A intenção é indiciá-la no relatório paralelo.

Campos faz falta

Não convidem para a mesma mesa no restaurante Leite, no Recife, o governador atual de Pernambuco João Lyra e o futuro, Paulo Câmara. Eles não se falam e a crise é braba.

Campos faz falta 2

O governador eleito de Pernambuco se queimou com Fernando Bezerra, veterano político que, além do mandato, terá um deputado federal e outro estadual de sua cota. Câmara pedira a FBC indicação para uma secretaria, foi atendido e recuou. Por telefone.

Novo (velho) governo

Julio Peres será Secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos do governo do DF. Empresário do ramo da construção civil, presidente do Sinduscon, tem fortes relações com o ex-governador preso José Roberto Arruda, inclusive é sua testemunha de defesa no processo da Operação Caixa de Pandora. E primo da esposa de Arruda.

Marina nos bastidores

Rogério Marinho lança o livro biográfico de Ricardo Young, que promete ser o primeiro livro que se ‘propõe a destrinchar a nova política que a Marina Silva e os outros líderes da Rede Sustentabilidade’. E trará bastidores da campanha de 2014.

País do esculacho

O salário mínimo vai subir de R$ 724 para R$ 788 ou 8,84%. Enquanto o Congresso, com deputados e senadores que você elegeu, trata aumentar o salário dos próprios, de ministros da Esplanada e do Judiciário de R$ 28 mil para R$ 33 mil — ou 20%.

Apoio do coldre

A ADPF e a Associação dos Delegados de Polícia Civil soltaram nota a favor da escolha do deputado federal Bernardo Campos (PR) para secretário de Defesa Social do futuro governo de Fernando Pimentel em Minas. A indicação foi vista com desconfiança por parte do setor no estado, por ele não ser da área.

No Cafezinho

Celebrado como o penetra-mor do Cafezinho da Câmara, o deputado Stepan Nercessian (PPS-RJ) comemora com colegas o entusiasmo de ter gravado Penetras 2 para o cinema.

Ponto Final

A ONG Repórteres Sem Fronteiras, que inclui Cuba no primeiro lugar de Países contra a liberdade de imprensa, faz um questionamento plausível: quando haverá a ‘abertura’ com os jornalistas

Com Equipe DF, SP e Nordeste

2 Opiniões

  1. Almanakut Brasil disse:

    O Brasil precisa da Barbearia Comunista, aquela que faz a barba com a foice e corta o cabelo com o martelo!

  2. helo disse:

    O rombo é de 5 bilhões, a devolver 150 mil. Deve estar certo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *