Início » Brasil » MP quer retomar investigação sobre morte de Celso Daniel
EX-PREFEITO DE SANTO ANDRÉ

MP quer retomar investigação sobre morte de Celso Daniel

A questão será decidida pela Procuradoria-Geral de Justiça

MP quer retomar investigação sobre morte de Celso Daniel
Ex-prefeito de Santo André Celso Daniel (PT) foi assassinado em janeiro de 2002 (Fonte: Reprodução/Folhapress)

O caso do assassinato do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel (PT) ganhou um novo capítulo. O procurador de Justiça Edilson Mougenot Bonfim, do Ministério Público de São Paulo, pediu a reabertura da investigação.

Leia também: Política, corrupção e morte no coração do PT, de Silvio Navarro

A questão será decidida pela Procuradoria-Geral de Justiça. O pedido de reabertura da investigação consta em um parecer produzido por Bonfim sobre um recurso apresentado pela defesa de Elcyd Oliveira Brito, o John, condenado a 20 anos de prisão pelo assassinato de Celso Daniel.

O procurador quer descobrir quem foram os mandantes do crime. Bonfim entende ainda que há novos caminhos para chegar a outros envolvidos no assassinato do ex-prefeito de Santo André.

Um Procedimento de Investigação Criminal (PIC) foi aberto em 2005 no Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do ABC paulista, mas nunca foi finalizado. O MP pode utilizar o PIC, que investiga “eventuais partícipes no assassinato de Celso Daniel”, para dar continuidade à apuração.

A retomada das investigações já foi discutida em reunião da cúpula do MP de São Paulo. O procurador Edilson Mougenot Bonfim argumenta que surgiram novas provas ao longo dos últimos anos e cita, em especial, o depoimento do publicitário Marcos Valério, apontado como operador do mensalão, que teria revelado uma operação para comprar o silêncio de um empresário que ameaçava envolver a cúpula do PT, incluindo Lula, no crime.

O ex-prefeito de Santo André foi assassinado em janeiro de 2002. A Polícia Civil afirma que o petista foi vítima de “crime comum”. Já o Ministério Público Estadual diz que Celso Daniel foi morto por ter determinado o fim de um esquema de fraudes e desvios em sua própria gestão.

Fontes:
Veja - Procurador pede reabertura do caso Celso Daniel

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *