Início » Brasil » MP reabre investigação sobre Lula ligada ao mensalão
ARQUIVADA EM 2015

MP reabre investigação sobre Lula ligada ao mensalão

Assessoria do ex-presidente afirmou que reabertura da investigação não se justifica

MP reabre investigação sobre Lula ligada ao mensalão
Operador do mensalão afirmou que Lula sabia do esquema do mensalão (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O Ministério Público reabriu uma investigação que apura a suposta ligação do ex-presidente Lula no esquema do mensalão do PT. A informação foi divulgada nesta quarta-feira, 9.

O inquérito foi aberto em 2013 com base em acusações feitas pelo empresário Marcos Valério, que afirmou que Lula negociou com a Portugal Telecom o suposto repasse de US$ 7 milhões — por meio de contas no exterior — para o PT quitar dívidas de campanhas eleitorais.

A assessoria de Lula ressaltou que as acusações foram investigadas por três anos, e que o caso foi arquivado por total falta de provas. “Não há nada, portanto, que justifique a reabertura dessa investigação agora”, afirma a assessoria do ex-presidente em nota.

Desde o início das investigações, mais de 30 pessoas foram ouvidas. A Polícia Federal concluiu em 2015 que não havia indícios que comprovassem a suposta irregularidade denunciada por Valério. Na ocasião, a Procuradoria do Distrito Federal concordou com o arquivamento e enviou o caso à Justiça Federal.

A Justiça Federal em Brasília discordou, no entanto, do arquivamento e o caso foi enviado a uma câmara de revisão do Ministério Público para uma nova análise. A Câmara de Combate à Corrupção da Procuradoria Geral da República entendeu, por sua vez, que a investigação deveria ser reaberta.

Em 2012, Marcos Valério, considerado o operador do mensalão, afirmou em depoimento que Lula sabia e se beneficiou do esquema.

Fontes:
G1 - Mensalão: Polícia Federal e Procuradoria reabrem investigação sobre Lula

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Daniela Villa disse:

    E pensar que Getúlio decidiu “entrar para a história” por bem menos que isso.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *