Início » Brasil » Mulher-bomba
COLUNA ESPLANADA

Mulher-bomba

Ex-mulher do ex-deputado Valdemar da Costa Neto começou a colaborar com a Justiça americana no contexto da Dodd Frank Act

Mulher-bomba
Maria Christina Mendes Caldeira diz ter descoberto offshore do ex nos EUA (Fonte: Reprodução/Roberto Stuckert Filho)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Ex-mulher do comandante do PR, o ex-deputado Valdemar da Costa Neto, Maria Christina Mendes Caldeira começou a colaborar com a Justiça americana no contexto da Dodd Frank Act, instrumento judicial-policial do Governo dos Estados Unidos que cerca empresas que cometem fraudes. Ela diz ter descoberto offshore do ex nos EUA e envolve um grande empresário paulistano do ramo de transportes. O caso não tem efeito policial no Brasil — mas as possíveis empresas donas das contas podem sofrer sanções milionárias por lá e ficam proibidas de negociar ações em Bolsas no mundo todo.

Lá e cá

Dos EUA, Christina tenta impedir o indulto a Valdemar no mensalão, e pede indenização. Os advogados dele consideram o ato “descabido” e não comentaram.

Voo tucano

O governador Alckmin (SP) e João Dória chegaram juntos de jatinho a Pirenópolis (GO), no sábado, para festa de casamento da filha de Marconi Perillo. Estão afinados.

Abatido

Uma anfitriã desconhecida no aeroporto pediu fotos com os dois. Na frente de Alckmin — não se sabe se ele ouviu — virou-se para Dória e soltou: você é meu candidato!

Voo tucano 2

O jatinho Citation PR-ARA é da Nelson Wilians & Advogados, que se autoproclama o maior escritório advocatício do País. Não há confirmação se foi cedido ou fretado.

C.S.I. Brasília

Especialistas em perícia criminal de vários países estarão em Brasília de 23 a 25 de maio para a conferência internacional da Academia Brasileira de Ciências Forenses — essa turma lembra os protagonistas do famoso seriado de TV.

Estrelas da perícia

Entre as estrelas, o americano Douglas Hares, do FBI, administrador do banco de DNA dos EUA, e o português Paulo Veríssimo, professor da Universidade de Luxemburgo e um dos maiores especialistas em segurança e privacidade de dados.

Remédio$

O brasileiro já deve ter notado no bolso o aumento de mais de 3% no preço de todos os medicamentos comercializados no País. O reajuste é anual, e por essa época. Como não há freio no abuso das farmacêuticas, o senador Reguffe (Sem partido-DF) tem cobrado colegas a aprovação de sua PEC 2/15 que isenta de impostos os medicamentos.

Carga na goela

Se o brasileiro não sabe, aqui vai a pior: todo preço do medicamento que você compra tem até 36% de impostos embutidos, ao contrário de outros países.

‘Neófitos’

O ex-deputado Candido Vaccarezza, ex-PT, filiou-se sábado ao Avante, o novo nome do PTdoB. Waldir Maranhão, ex-presidente da Câmara, apareceu e paquera a sigla.

Alerta dado

Os agentes estão revoltados, e o recado foi dado em alto som. O vice-presidente da Frente Nacional dos Policiais Federais, Flávio Werneck Meneguelli, batizou de “PEC do Caixão” a proposta do Governo Temer que muda as regras da aposentadoria.

Mirados

Do trio elétrico, Werneck se juntou à greve geral dos servidores em Brasília e mandou recado aos políticos: “Quem é investigado por corrupção não pode votar reforma. Eles mentem para roubar e mentem sobre o déficit da Previdência”.

Observador

Da vitrine do Palácio da Justiça, enquanto via a euforia de sindicalistas nas manifestações na Esplanada, o ministro Osmar Serraglio — a quem a PF é subordinada — soltou: “É uma greve que inexiste”.

Baixo clero

Os chamados deputados do baixo clero — parlamentares de menor expressão na Câmara — têm recebido mais atenção do presidente Michel Temer. A pedido do chefe, ministros têm visitado essa turma que se diz ‘indecisa’ nas votações das reformas.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *