Início » Brasil » Na folia, o golpe da passagem
COLUNA ESPLANADA

Na folia, o golpe da passagem

A ANTT autorizou o reajuste do valor da passagem de ônibus intermunicipais no meio do Carnaval, a fim de evitar protestos de grupos organizados que voltaram às ruas

Na folia, o golpe da passagem
As tarifas aumentam para trechos entre cidades, e afetam principalmente as regiões metropolitanas (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O bloco Unidos da Tarifa vai entrar na pista atropelando. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou o reajuste do valor da passagem de ônibus intermunicipais no meio do Carnaval, a fim de evitar protestos de grupos organizados que voltaram às ruas. O aumento por lei é anual, mas ocorria sempre em julho. A regra mudou em 2015 e ninguém viu, e novamente este ano as autoridades e empresas de ônibus querem usar o feriadão para o reajuste passar despercebido. As tarifas aumentam para trechos entre cidades, e afetam principalmente as regiões metropolitanas.

Calendário atropelado

Os fiscais e servidores da ANTT foram pegos de surpresa com a notícia sobre o aumento no Carnaval. Esperavam a programação para depois do feriado.

Carona na roleta

Além das intermunicipais, as passagens podem subir também nos trechos interestaduais. As empresas de ônibus aproveitam o embalo e pegam carona.

Reconhecimento

Ex-vendedor de melancias na adolescência e magistrado idealizador da Lei da Ficha Limpa, o juiz maranhense Márlon Reis tornou-se Doutor pela Universidad de Zaragoza.

Risco de apagão

O sindicato nacional dos aeronautas (pilotos e comissários de bordo) decidiu ontem pela paralisação das atividades de 3 a 5 de fevereiro — no início do Carnaval. Vão cruzar os braços de 6h às 8h nos aeroportos de Congonhas (SP), Guarulhos (SP), Santos Dumont (RJ), Galeão (RJ), Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Brasília, Salvador, Recife e Fortaleza. Para evitar apagão aéreo, as companhias já elaboram plano B, mudam escalas e estão convocando os aeronautas que não aderiram ao movimento.

CPIs da Pirraça

De pirraça e na tentativa de tirar holofotes do Conselho de Ética que o investiga, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, criará duas CPIs que já existem no Senado: CARF, para investigar a máfia da sonegação na Receita, e a da FIFA, para investigar cartolas brasileiros e possíveis ligações fraudulentas com a entidade máxima do futebol.

Piri reerguida

Após enchente do rio das Almas na quarta, a histórica Pirenópolis (GO) saiu da lama e revitalizou os locais atingidos em 48 horas. O saldo: 27 casas e 24 lojas atingidas. O Governo de Goiás em parceria com o prefeito Nivaldo Melo (PP) assinaram cheques de R$ 3 mil de auxílio financeiro para moradores.

E aí, Hollande?

O presidente de Cuba, Raúl Castro, entrou na mira da ONG Repórteres Sem Fronteiras, com sede na França. Ele visita Paris na segunda e terça, e se reunirá com o presidente François Hollande. A RSF provoca: será que Castro vai falar da prisão de jornalistas e a censura à liberdade de expressão em seu país?

Aliás…

Dois jornalistas foram assassinados na região de Oaxaca, no México, reduto de criminosos, nas últimas 48 horas. Reinel Cerqueda (43) e Marcos Hernández (38).

Soro dos ratos

Um hospital de Brasília reflete o estado de abandono e falta de higiene da saúde. Ratos circulam entre leitos, farmácias e no depósito de soro fisiológico; na recepção e até na lavanderia. As imagens são corrosivas. Foram registradas por plantonistas do hospital e enviadas aos superiores. Como resposta, o mesmo pouco caso.

Mais Ultracargo

A Ultracargo relembra que todas as informações sobre produtos contidos em seus tanques no terminal em Santos no incidente de abril de 2015 foram fornecidas às autoridades imediatamente. Esse fato foi amplamente divulgado. A companhia relembra ainda que o incêndio ficou contido em área restrita a seis tanques que continham os combustíveis gasolina, diesel e etanol. Todo o restante do terminal foi preservado.

Ponto Final

Parece que a necessidade de contingenciamento chegou ao abecedário na Câmara. A placa da porta do gabinete da deputada Margarida Salomão (PT) informa Mina Gerais.

Com Equipe DF, SP e Nordeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. L2K disse:

    O transporte intermunicipal de passageiros – entre municípios de uma mesma unidade da federação – , é de prerrogativa dos governos estaduais. A Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, fiscaliza e regula o transporte interestadual – entre municípios de diferentes unidades da federação – e internacional – entre o Brasil e outros países – de passageiros, portanto deve haver algum equívoco na notícia publicada acima. Mas vale apurar o aumento das tarifas para os serviços diferenciados – executivo, semi-leito e leito – que houve nos últimos dias.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *