Início » Brasil » Não penso, logo não existo!
GRITA BRASIL

Não penso, logo não existo!

De cada dez postagens no Facebook, nove são de cunho político. Ou todos acordaram para a política, ou estão todos doentes e fissurados em um só assunto

Não penso, logo não existo!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

O título do texto poderia ser também, “Quero minha timeline de volta!”. O Facebook já estava um pouco chato, aliás, muito chato. Eu confesso que nos meus tempos pré-Uber eu era um rato de Facebook. Acordava e dormia, Facebook. Mas isso também muito pelo meu projeto literário, que não está morto, porém adormecido. Mas, hoje, consigo passar dias sem sequer entrar no Face.

Porém, em tempos de eleição, me vi um pouco obrigado a voltar a frequentar essa vitrine da vida humana alheia. E confesso que me assustei.

O Face, agora, praticamente parou de mostrar você na frente daquele monumento em sua última viagem. Ou o novo vestido, um prato de comida, você com ela, ela com você, você no cinema, na festa e por aí vai.

Acho que de cada dez postagens, nove são de cunho político. Ou todos acordaram para a política, ou estão todos doentes e fissurados em um só assunto.

Até entendo que o momento que estamos vivendo é delicado, mas também é de uma histeria, de uma busca por uma liberdade, como se estivéssemos todos aprisionados em um sistema comandado por lunáticos. Sei o mal que fizeram com o país, com o povo, mas isso não foi por acaso. Foi deixado fazer. A governança não foi tomada à força, num golpe de forças malignas.

Sei que precisamos de mudanças. Mas sei que as pessoas perderam completamente a razão de tudo. Hoje temos um país rachado, é Flamengo e Vasco, é Internacional e Grêmio, é São Paulo e Corinthians. E estão levando tudo ao pé da letra.

As pessoas estão se agredindo, se matando, se xingando, acabando até amizades. E tudo pelo quê? Pelo achismo de cada um dos lados de que o seu lado é o melhor, o único, o ideal. E se não for?

Não existe você querer convencer o outro na base da ameaça, da porrada, da humilhação, da faca ou de uma arma. Onde está o respeito? Onde está a tal da democracia? Hoje, você fica até com medo de expressar uma opinião, pois quem não concordar pode vir a ser uma ameaça.

Política é um jogo. Mas vejo como um jogo onde ambos os lados perdem. No final das contas, o político, aquele cara em que você depositou todas as suas fichas, aquele cara para quem você dedicou sua timeline no Facebook, para quem você doou seus (agora) 280 caracteres em seu Twitter, até seu Instagram entrou na roda, e que no final das contas não fez o que disse que faria. Isso porque simplesmente não deu, ele não quis, ou porque, na verdade, ele é um político comum e que está pensando antes nele e nos seus e, talvez, venha a pensar em você depois, nas próximas eleições.

As pessoas deveriam estar mais tolerantes, deveriam partir para o debate, não para o convencimento sob tortura. O debate amigo é o melhor caminho.

Acabou a era do diálogo. Algumas amizades até acabaram mesmo. E pra quê?

Pense que políticos vão e vem, amigos não. O político hoje está no partido que você ama e gosta das ideias, e amanhã, por questões totalmente pessoais, ele tira a camisa do Flamengo e vai jogar no Vasco. E aí? Valeu a pena?

Eu tenho preferido não pensar, não existir na timeline do Facebook. Nada do que eu postasse iria ser de mais valia para a guerra que está declarada abertamente entre A e B. O radicalismo exacerbado está mudando a forma das pessoas serem e se portarem.

E confesso que não gosto do que vejo.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Almanakut Brasil disse:

    Facebook na sua maioria só tem gente que não presta, a começar por seu criador!

    E esse pilantra, que fez complô com a bandiDilma, se vier ao Brasil tem que entrar no cacete!

  2. carlos alberto martins disse:

    não sou contra o diálogo,mais não sei porque o outro lado nunca tem razão ou tem,sei lá.se o diálogo funcionasse,os candidatos aos cargos públicos teriam mais respeito entre sí e,não ficariam trocando farpas entre eles.o incrivel e inacreditavel,foi eu ter recebido o jornal de nosso sindicato,e,na primeira pagina estavam sendo apresentado o candidato do PT e Bolsonaro.o primeiro estava recebendo elogios junto com seus petralhas.o segundo tinha como figura um ser disforme com a cara de Bolsonaro expondo a cruz Suática do nazismo,sendo inclusive tachado de nazista.achei que foi uma ofensa enorme a colonia judáica brasileira.quando o mundo procura esquecer sofrimentos idos,o nosso jornaléco fica abrindo vélhas feridas.juro que,se eu fosse o ministro da justiça,colocava o editor na cadeia.vamos utilizar meios criativos para os eleitores que queremos conquistar,mais,sem ofender um povo que merece todo o respeito desta nação que adotaram para viverem em paz.péço perdão ao povo judeu,pela infamia praticada,a qual não representa a grande nação que os acolhe com muito respeito e carinho.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *