Início » Brasil » Nasce Olga Benário
Olga Benário

Nasce Olga Benário

Em 12 de fevereiro de 1903, nasceu Olga Benário, militante comunista entregue pela ditadura Getúlio Vargas para morrer em campo de concentração alemão

Nasce Olga Benário
Em fevereiro de 1942, Olga Benário foi executada em uma câmara de gás (Reprodução/Internet)

Olga Benário nasceu no dia 12 de fevereiro de 1908 em Munique, na Alemanha. Filha de um advogado social democrata, foi no escritório do pai que Olga teve seu primeiro contato com os problemas sociais. Olga se interessava pelos grandes escritores e pensadores alemães e desde cedo participou de atividades comunistas.

Em Moscou, Olga fez treinamento militar e carreira no Comintern, organização fundada por Lenin para reunir partidos comunistas de diferentes países.

Em 1934, Olga foi escolhida para acompanhar e garantir a segurança de Luiz Carlos Prestes durante sua viagem ao Brasil. No país, Prestes tentaria implementar o comunismo no país através da Intentona Comunista de 1935. Durante a viagem, os dois revolucionários se apaixonaram.

Após o fracasso da Intentona Comunista, eles foram presos e separados. Mesmo grávida de Prestes, Olga foi deportada para a Alemanha pela ditadura de Getúlio Vargas. Olga ficou incomunicável em uma prisão chamada Barnimstrasse e, um ano após o fracasso da revolução, nasceu Anita Leocádia. Olga conseguiu permanecer 14 meses ao lado da filha, que depois foi entregue aos cuidados da avó.

Em 1938, Olga foi transferida para um campo de concentração. No ano seguinte, foi mandada para Ravensbrück, o primeiro campo exclusivo para mulheres, onde tornou-se líder do bloco em que dormia e deu aulas a outras presas. Em fevereiro de 1942, Olga foi executada em uma câmara de gás.

Fontes:
Época-A vida da revolucionária Olga Benario Prestes

3 Opiniões

  1. ney disse:

    Esse ex presidente que deportou ela, foi um dos grandes malandros deste país.

  2. jayme endebo disse:

    O que muita gente não sabe é Olga foi condenada pelo justiça alemã por sequestro, assalto e assassinato e o governo Vargas – que era antissemita – deportou-a mas não por ser judia mas para cumprir mandato judicial.

  3. Roberto1776 disse:

    Quando Getúlio deporta comunas ele é classificado como ditador, mas quando ele cria o PTB, o ovo do qual nasceu a serpente do populismo e posteriormente do PaTê, ele é louvado como o pai dos pobres.
    Assim não dá!
    Estamos diante de um viés esquerdista!!!
    No momento em que estamos voltando para o buraco dos anos 80 com inflação galopante, temos que nos afastar de ideias esquerdistas.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *