Início » Brasil » Negociações para equipe no segundo mandato de Dilma já começaram
Congresso

Negociações para equipe no segundo mandato de Dilma já começaram

Dilma já encontrará duas matérias sensíveis em votação na primeira semana de trabalho após as eleições: a PEC do Orçamento Impositivo e a do Fundo de Participação dos Municípios (FPM)

Negociações para equipe no segundo mandato de Dilma já começaram
Nesta terça-feira, a presidente irá se encontrar com o PSD, partido de Gilberto Kassab, que provavelmente ocupará um dos 39 ministérios a partir de 2015 (Reprodução/ O globo)

Após o curto período de descanso na praia da Base Naval de Aratu, na Bahia, a presidente Dilma Rousseff voltou à sua rotina em Brasília nesta segunda-feira, 03. Mesmo sem agenda definida, Dilma deve usar o dia para começar as conversas sobre a equipe de seu novo mandato.  Nesta terça-feira, a presidente irá se encontrar com o PSD, partido de Gilberto Kassab, que provavelmente ocupará um dos 39 ministérios a partir de 2015.

Ainda esta semana podem ser votados no Congresso duas pautas delicadas para o governo: a PEC do Orçamento Impositivo e a do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e a oposição se encontrará na quarta-feira, 05, para definir como será o seu papel a partir de 2015. A reunião foi organizada pelo PSDB e acontecerá no principal auditório da Câmara.

O líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha, disse que o governo  precisará de 308 votos para aprovar como quer a PEC do Orçamento Impositivo. Para isso, o governo terá de fazer acordos.

A presidente está contando com a interlocução dos ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Relações Institucionais), que já se reuniram na semana passada com  o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves  (PMDB) e devem se encontrar com Renan Calheiros (PMDB) esta semana. Ainda nesta terça-feira, Berzoini se reunirá com líderes dos partidos da base do governo no Senado para discutir a pauta de votações.

Fontes:
O Globo - Dilma acelera negociações sobre nova equipe para segundo mandato

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *