Início » Brasil » Nelson Barbosa já prepara mudanças para alavancar a economia
Economia

Nelson Barbosa já prepara mudanças para alavancar a economia

Novo ministro do Planejamento já reuniu sua equipe para arquitetar modos de alavancar a economia do Brasil

Nelson Barbosa já prepara mudanças para alavancar a economia
Barbosa é um dos responsáveis pelas ações que salvaram o país da crise em 2008 (Foto: Reprodução/Givaldo Barbosa)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Os novos ministros da área econômica do país ainda não foram anunciados oficialmente, mas já iniciaram os trabalhos. Segundo fontes ligadas ao Planalto, o novo ministro de Planejamento, Nelson Barbosa, deve ganhar o cargo na próxima quarta-feira, 26, mas já começou a arquitetar medidas para destravar a economia e recuperar a credibilidade do governo no setor. O BNDES também deve ter novo presidente, o presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, foi escolhido para o cargo.

Porém Bendine teria recusado o convite, afirmou ter o plano de descansar por um tempo e passar ao setor privado. A outra opção escolhida pelo governo é manter o atual presidente, Luciano Coutinho, durante os primeiros meses para depois efetuar a mudança.

Barbosa prepara medidas para alavancar economia

Antes mesmo de assumir o posto de ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, já arregaçou as mangas e começou o trabalhar. Barbosa prepara mudanças fiscais e monetárias área reequilibrar a economia e fazer o país voltar a crescer. Essa atitude demonstra que a cadeira de planejamento terá maior importância no segundo mandato da presidente Dilma.

As mudanças que serão adotadas visam cobrir o rombo deixado nas contas públicas nos últimos cinco meses, recuperando a credibilidade do governo, e também intervenções monetárias, área na qual o novo ministro tem experiência por ter trabalhado no Banco Central.

Barbosa foi o responsável pelas medidas do BC que amorteceram o impacto da crise, em 2008. Fontes ligadas ao futuro ministro afirmam que será a sinalização de uma nova política econômica para o país.

Alexandre Abreu é favorito para o BB

O plano de Bendine de rumar para o setor privado abre uma vaga na presidência do Banco do Brasil, o favorito ao cargo é o vice-presidente da instituição, Alexandre Abreu. Paulo Rogério Caffareli, ex-vice presidente e atual secretário-executivo do Ministério da Fazenda, também é cotado.

“Não descarto o Caffa (como Caffarelli é chamado entre os colegas) no BB, mas hoje, o desenho está mais para o Alexandre Abreu (outro vice-presidente do banco)”, explicou uma fonte anônima.

Abreu tem sido preparado para assumir o cargo em caso de saída de Bendine e tem boa relação com a presidente Dilma graças à criação do programa “Bom Para Todos”. A tendência é que Caffareli fique com um cargo de auxiliar ao novo ministro da fazenda, Joaquim Levy.

“Nessa dança de cadeiras, Caffarelli é um coringa que pode ser usado em vários cargos. Certeza mesmo de qual será só teremos quando a presidente anunciar”, afirmou uma fonte no planalto.

O anúncio oficial da nova equipe econômica deverá ser feito quarta-feira, após aprovação do orçamento feito pelo atual ministro da Fazenda, Guido Mantega. O atraso teria sido iniciativa da própria presidente Dilma, irada com o vazamento dos nomes dos novos ministros.

Fontes:
O Globo-Nova equipe prepara medidas para recuperar credibilidade do governo e destravar a economia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *