Início » Brasil » Neto de Lula não morreu de meningite
LAUDO MÉDICO

Neto de Lula não morreu de meningite

Instituto Lula informou que Arthur morreu de infecção generalizada provocada pela bactéria Staphylococcus aureus

Neto de Lula não morreu de meningite
Arthur morreu no dia 1º de março (Fonte: Reprodução/Ricardo Stucker/Divulgação)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Prefeitura de Santo André informou que Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos de idade, neto do ex-presidente Lula, não morreu por meningite meningocócica, como havia sido divulgado anteriormente.

O boletim médico divulgado pelo Hospital Bartira, da rede D’Or, em Santo André, havia informado que Arthur deu entrada no hospital às 7:20h do dia 1º de março com “quadro instável” e morreu às 12:11h, “devido ao agravamento do quadro infeccioso de meningite meningocócica”.

O novo laudo divulgado pela Prefeitura de Santo André revelou, no entanto, que amostras coletadas para análises no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, deram resultados negativos para meningite, meningite meningocócica e meningococcemia.

A Prefeitura não revelou, no entanto, a causa da morte do neto do ex-presidente Lula, ressaltando que “informações adicionais relacionadas ao caso dependem de autorização expressa da família da criança”.

A assessoria do Instituto Lula informou que Arthur morreu em decorrência de infecção generalizada provocada pela bactéria Staphylococcus aureus. Esse tipo de bactéria é geralmente encontrada em infecções de pele.

A divulgação do diagnóstico de meningite foi classificado pelo deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) como “antiética e irresponsável”.


Fontes:
Terra - Meningite é descartada como causa da morte de neto de Lula

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *