Início » Brasil » Número de casos confirmados de febre amarela chega a 846
BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Número de casos confirmados de febre amarela chega a 846

Deste total, 260 pessoas acabaram morrendo em decorrência da doença

Número de casos confirmados de febre amarela chega a 846
Campanhas de vacinação não têm atingido meta de imunizações (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira, 7, revelou que o número de casos confirmados de febre amarela no país chegou a 846.

Leia também: Medo de efeitos colaterais encalha vacinas contra febre amarela
Leia também: Morte de macacos aumenta risco de febre amarela

Deste total, 260 pessoas acabaram morrendo em decorrência da doença. Os números abrangem o período de 1º de julho de 2017 e 6 de março deste ano. Houve um aumento em relação ao período de 1º julho de 2016 a 6 de março de 2017, quando foram confirmados 597 casos de febre amarela no país e 190 mortes.

Ainda há um total de 828 casos sendo investigados. O número de casos suspeitos chegou a 3.234 no período atual, mas 1.560 foram descartados.

Minas Gerais é o estado com o maior número de casos confirmado: 384. Foram ao todo 115 mortes. O estado de São Paulo aparece em segundo lugar, com 349 casos confirmados e 100 mortes, seguido pelo estado do Rio de Janeiro, com 106 casos confirmados e 44 mortes.

De acordo com o Ministério da Saúde, apesar do aumento do número de casos de febre amarela e mortes em decorrência da doença — o que estaria relacionado à chegada do vírus a áreas de maior população –, a incidência da doença entre a população diminuiu de 7 casos a cada 100 mil habitantes para 2,4 casos a cada 100 mil habitantes.

A área de risco atual atinge 32,5 milhões de pessoas. No mesmo período do ano anterior atingia uma população de 8,4 milhões de pessoas.

Fontes:
Uol - Brasil tem 846 casos confirmados de febre amarela; número é superior a 2017

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *