Início » Brasil » O Brasil e o futebol!
GRITA BRASIL

O Brasil e o futebol!

Parece que a Copa enfeitiça as pessoas e faz com que elas pensem sempre no próximo jogo

O Brasil e o futebol!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

Só se fala em Copa do Mundo. Então, para não perder o momento, vamos falar de futebol, mas dentro de outro contexto.

Alguns podem não gostar. Mas não precisa tirar as crianças da sala. Mas gostaria que tentassem, pelo menos, olhar a questão sobre outro prisma.

Gosto de futebol, mas confesso que não estou nada empolgado com essa Copa como estava na Copa de 82. Acho que estou em outro momento e o país também. Se pudesse escolher, mudava a Copa de ano. Senhoras e senhores, em virtude do péssimo momento que o Brasil e talvez o mundo estejam passando, a Copa está adiada.

Minha empolgação nos jogos do Brasil é zero. Zero a ponto de até cochilar no sofá da casa da minha mãe. Mas conversando com psicólogos e chamando por Freud no divã, cheguei à conclusão de que estou em crise. Uma crise existencial totalmente ligada à total falta de expectativa sobre o que virá num futuro bem próximo.

Quando o país, e as pessoas, irão acordar e perceber que daqui a pouco vamos ter que sacar o título de eleitor e decidir nossos próximos quatro anos, mas que, na verdade, se tornam um pouco mais, caso a próxima escolha seja a péssima escolha? As contas dessas péssimas escolhas são sempre pagas em décadas e sempre fico com impressão que continuamos devendo e pagando.

Parece que a Copa enfeitiça as pessoas e faz com que elas pensem sempre no próximo jogo e se vai acabar sendo feriado ou não.

Acho isso tudo muito triste. Descontem um pouco minha total falta de empolgação, mas nem tanto. Por favor, com equilíbrio.

Então…

Outra coisa que tem me incomodado muito, e agora podem jogar as pedras, é o comportamento de certos jogadores. Mas um em particular: Neymar.

Neymar é um jogador excepcional, um gênio com a bola, mas acabei vendo, no comportamento dele em alguns lances, o retrato do nosso país.

Mas calma, isso não é só uma opinião minha e somente isolada. Tipo, “o escrevinhador deve ter bebido muita Coca Zero e isso afetou seu julgamento”. Alguns jornais destacaram o talento do Neymar com a bola e de interpretar.

No jogo contra a Costa Rica a simulação do pênalti me deixou até constrangido. Na mesma hora, publiquei no meu Twitter: “Papelão do Neymar. Triste querer ganhar o jogo assim.” Foi digno de um Oscar, na verdade um Emmy. Naquele momento vi o Brasil sendo mostrado ao mundo. Com o jeitinho de querer ser malandro, se dar bem diante das lentes do mundo. O que é mais triste ainda: ele não precisava. Ele tem talento com os pés. Já no jogo contra o México, apesar de ter acontecido o pisão, achei extremamente exagerada a cena de Neymar se contorcendo como se tivessem quebrado seu tornozelo. Enfim, não gostei do que vi. Nada justifica o pisão desleal, mas nada justifica o que talvez Neymar, inconscientemente, tenha tentado.

Eu acabo vendo em cenas assim, um pouco do nosso país. O lado podre do nosso país.

É difícil tentar explicar em palavras essa minha associação, mas ao mesmo tempo é tão fácil ver que palavras nem são necessárias.

Agora, o que mais quero é que essa Copa do Mundo acabe e que voltemos logo a nossa dura e triste realidade, mas pelo menos saímos do mundo encantado do faz de conta que está tudo maravilhoso.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Buckminster disse:

    Não! Não! Melhor dizer: o Brasil escravizado pelas más midias, industrias e governo! Por conta de um povo desnutrido, devido alimentos venenosos feito pelas indústrias e divulgados para constituir grande lucros as mídias e governo, o povo é impedido de desenvolver um raciocínio que livre ele só caos que é mantido pelos três poderes (maus empresários, governo e mídias); este trio com poderes delegados e não delegados pela constituição de 1988 tem submetido o povo a desgraças diversas, o problema não é o futebol mas sim a fome desses apatridas para manterem seus inúteis de luxúrias diversas, que Jair Bolsonaro possa colocar a todos na cadeira, incluindo a “constituição”…

  2. Áureo Ramos de souza disse:

    E ficou assim. Não ganhamos a copa, tentaremos ser vice e como bom nordestino vice aquela bola do Neymar, coitado. Agora acabou os feriados e não vamos mais ser obrigado a assistir o Brasil só pela GLOBO.

  3. carlos alberto martins disse:

    o povo é unido pelo futebol.pelas religiões patéticas,pelo carnaval,pelos pancadões,pelas passeatas gays na av paulista,e pelos sem noções,sem contar os caminhoneiros,pelos sem této ,sem térras,sem éticas,e sem moral,etc…..só não se unem para defender a nação contra a corrupção e a política nefasta que tanto enegrece nosso futuro e de nosso filhos.pobres hienas.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *