Início » Brasil » Obama pede pelo fim das terapias que prometem curar gays
Preconceito

Obama pede pelo fim das terapias que prometem curar gays

No Brasil, o deputado federal João Campos (PSDB-GO) propôs um projeto de lei que ficou conhecido como 'cura gay'

Obama pede pelo fim das terapias que prometem curar gays
O apoio de Obama será direcionado aos esforços para banir a prática em nível estadual (Reprodução/Internet)

Em dezembro, Leelah Alcorn, uma jovem americana transexual de 17 anos causou comoção ao se jogar em frente a um caminhão depois de escrever uma carta de suicídio na internet, na qual relatava que psicólogos religiosos tinham tentado “curá-la”. Em resposta, o presidente dos EUA, Barack Obama pediu pelo fim das terapias que prometem curar jovens gays, lésbicas e transexuais.

A declaração de Obama foi divulgada após a criação de uma petição online que pede pelo fim das terapias de cura e homenageia a jovem Alcorn. Em três meses, mais de 120 mil pessoas já assinaram a petição.

“Como parte da nossa dedicação para proteger os jovens americanos, esse governo apoia os esforços para acabar com as terapias de conversão das minorias”, diz trecho da declaração escrita pela assessora de Obama, Valerie Jarrett.

A Casa Branca afirmou nesta quarta-feira, 8, que o presidente Obama não vai propor uma lei federal para banir terapeutas que usarem essa forma de terapia em seus pacientes, mas que ele está aberto para conversas com os congressistas dos dois partidos americanos. O apoio de Obama será direcionado aos esforços para banir a prática em nível estadual.

Os estados da Califórnia, Nova Jersey e o Distrito de Colúmbia já baniram terapeutas por praticarem a “terapia da conversão”. Este ano, legislações similares foram aprovadas em mais 18 estados americanos.

Os terapeutas que defendem a terapia voltada para a cura de jovens gays, lésbicas e transexuais acreditam que tratamento é uma forma de ajudar essas minorias. Esses psicólogos rejeitam as alegações de que orientação sexual e identidade de gênero não podem ser revertidas. O terapeuta familiar, David Pickup, afirmou que as minorias não devem ser forçadas a fazer terapia, mas insistiu que ser gay pode ser consequência de sérios problemas emocionais ou de abusos sexuais.

No Brasil, em 2011, o deputado federal João Campos (PSDB-GO) propôs um projeto de lei que ficou conhecido como “cura gay”. A proposta previa a suspensão de uma resolução do Conselho Federal de Psicologia, que proíbe terapias para tentar alterar a orientação sexual de pacientes. Em 2013, o projeto foi arquivado a pedido do tucano João Campos, que recuou após diversas manifestações.

Fontes:
New York Times-Obama to Call for End to ‘Conversion’ Therapies for Gay and Transgender Youth
Terra-Deputado da "cura gay" volta a liderar bancada evangélica

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *