Início » Brasil » Operadoras vão mudar a forma de cobrar por pacotes de internet no celular
conexão via celular

Operadoras vão mudar a forma de cobrar por pacotes de internet no celular

Usuários que consumirem todo o pacote de dados, não poderão mais navegar com a velocidade reduzida. Eles terão de adquirir outro pacote, por um custo adicional

Operadoras vão mudar a forma de cobrar por pacotes de internet no celular
Segundo as operadoras, a medida vai tornar a conexão via celular mais rápida, mas a novidade pode gerar mais despesas mensais ao usuário (Reprodução/Internet)

As operadoras de telefonia móvel que atuam no país vão mudar a forma de cobrar pelo uso de internet via celular. Com a mudança, usuários que consumirem todo o pacote de dados, não terão mais a opção de continuar navegando com a velocidade reduzida.

Em vez disso, as operadoras vão oferecer a possibilidade de comprar um pacote adicional com mais megabytes (MB), como é feito nos EUA e na Europa. Usuários que não adquirirem o pacote adicional terão a conexão cortada. As operadoras defendem que a medida vai tornar a conexão via celular mais rápida e eficaz, mas a novidade pode gerar mais despesas mensais ao usuário.

A primeira a adotar a mudança será a Vivo, que passará a oferecer o pacote a partir do mês que vem. Atualmente, um dos pacotes pré-pagos mais vendidos pela operadora dá direito a 75 MB por semana por R$ 6,99. A partir do mês que vem, usuários que consumirem todo o pacote terão de pagar mais R$ 2,55 por um pacote adicional de 50 MB. Segundo a Vivo, “o mesmo ajuste deverá ser implementado futuramente para os clientes de planos pós-pagos”. Oi, TIM e Claro lançarão pacotes semelhantes em breve.

Para o analista de telecomunicações Hermano Pinto, oferecer uma conexão de qualidade é um dos maiores desafios das empresas de telefonias que atuam no Brasil. Segundo ele, a medida visa ajustar a crescente demanda por internet no celular.

“Nos EUA, por exemplo, se o usuário tem 4G, ele navega no 4G. Não é como no Brasil que o 4G vira 3G nas áreas onde não há cobertura. Além disso, por contrato e pela legislação, as empresas podem oferecer apenas uma parte da velocidade que prometem aos clientes. O desafio de o Brasil aderir a essa tendência, que é um caminho sem volta, é garantir uma velocidade sempre alta”, diz o analista.

Fontes:
O Globo-Operadoras planejam novo tipo de cobrança de internet via celular

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *