Início » Brasil » Oportunidade de emprego: Baby Sitter!
GRITA BRASIL

Oportunidade de emprego: Baby Sitter!

Presidente, contrata uma baby sitter para seus filhos. Eles estão rebeldes demais. E você ainda nem esquentou direito a cadeira

Oportunidade de emprego: Baby Sitter!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Se o “seu” presidente – e eu já expliquei o porquê do “seu” – ainda acha que pode controlar seus filhos, ele está redondamente enganado e é melhor ele “jair se acostumando que do jeito que está não dá pra ficar.

Presidente, contrata uma baby sitter para seus filhos. Eles estão rebeldes demais. E você ainda nem esquentou direito a cadeira. E notei já traços de quedas de cabelo em você. Mas, cá entre nós, melhor cair cabelo do que ministro, vice-presidente.

Qual o real problema de seus filhos? Querem chamar atenção? E na idade deles? Ou eles estão numa fase de autoafirmação? Mas justo agora?

Começa a colocar de castigo, presidente. Tipo, Carlos um mês sem rede social. Não é possível. Parece coisa de adolescente que quer desafiar o pai.

Sei que o Carlos abusou no episódio do vídeo, causou um grande mal-estar. Você pediu, apesar de dizer que seus filhos sempre estarão ao seu lado – legal isso, dou o maior apoio -, mas já que eles estão tão ao seu lado assim, controla eles. Caramba, presidente, você tenta encerrar o episódio, e o Carlos vai e ataca o Mourão? Aí enfraquece. Mas não esquece do Eduardo também. Que costuma também exagerar e falar sem pensar. Como hoje, defendendo o irmão e declarando que “vice deve ser soldado”.

Qual imagem você acha que está passando para a nação? A pior possível. Se ele não controla o próprio filho, já barbado, imagina conduzir um país? Compra um joão bobo, aquele boneco inflável, pro seu filho, na hora da raiva, socar ele à vontade e assim evitar que ele cuspa fogo nas redes sociais. Você manda confeccionar várias máscaras, põe no tal joão bobo e manda o Carlos sentar o pau. Que ele chame o joão de Mourão. A raiva vai passar. Se não passar, divã nele. Ninguém precisa ficar sabendo. Nem quem está “apanhando”.

A reforma da Previdência já andou, isso é bom. É um sinal. Então chama seus filhos pra uma conversa franca, mostre o que está acontecendo, mostre que fazer isso nas redes sociais é “Ai, ai ai. Não. Não pode. Feio. Papai fica ‘tliste’. Você quer ficar sem sobremesa também? Sem acessar o Twitter, o Instagram?”.

Ameaça. Se não funcionar, palmadinha na bundinha deles. Mas seja duro.

Você tem que se preocupar em conduzir um país. Em fazer as reformas que prometeu em campanha. Você tem que ajeitar muita coisa. Tendo essas distrações, pode ser que não consiga. E aí?

Como você consegue se olhar no espelho? Parece bobagem, mas não é. Essas picuinhas de seus filhos podem desestabilizar um governo e, por conseguinte, uma nação que anseia por coisas boas. Foi por isso que votaram em você.

Faça seu dever de casa. Mas ontem. Não hoje. Não amanhã. Agora!

E, em último caso, se você vir que não vai dar mesmo, me contrata como baby sitter. Já estou querendo mesmo sair dessa vida de motorista de aplicativo.

Não precisa nem colocar anúncio. Pagando bem, eu vou. Conte comigo. Posso até cozinhar. Prometo que saio com eles, levo no parque, no pedalinho, na pracinha.

Quando eu começo?

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. ceiça alles disse:

    Parabéns, Claudio!!

  2. carlos alberto martins disse:

    ser ou não ser eis a questão.ser presidente sem ser incomodado ou sofrer interferencias nocivas ao cargo que ocupa.não ser: objeto de manóbras espúrias com vistas aos gurís de sua prole. como presidente,deveria solicitar a seus filhos que fossem ocupar o lugar para o qual foram eleitos,que não ficassem a sombra de seu pai e sim mostrassem capacidade para o que prometeram em suas campanhas.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *