Início » Brasil » Osmar Terra representará Bolsonaro na posse de Fernández
ARGENTINA

Osmar Terra representará Bolsonaro na posse de Fernández

Será a 1ª vez, em 30 anos, que um presidente brasileiro não vai comparecer à posse de um presidente eleito por voto popular na Argentina

Osmar Terra representará Bolsonaro na posse de Fernández
Desde 1989 os presidentes brasileiros foram à posse de homólogos argentinos (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, vai representar o presidente Jair Bolsonaro na posse de Alberto Fernández, que assumirá a Presidência da Argentina no próximo dia 10 de dezembro.

Bolsonaro expressou insatisfação em relação à vitória de Fernández no pleito presidencial, e afirmou que não iria à sua posse. Apoiador de Mauricio Macri, Bolsonaro classificou a eleição da chapa de Fernández como uma “má escolha” dos argentinos.

Devido à recusa do presidente em viajar para a Argentina para comparecer à posse de Fernández, especulou-se que o representante brasileiro seria o vice-presidente, general Hamilton Mourão. O jornal argentino Clarín chegou a confirmar a presença de Mourão, informação que foi negada pelo vice-presidente à Folha de São Paulo.

“O ministro Osmar Terra é um cidadão riograndense com larga experiência, fluente no idioma castelhano e um representante digno do nosso país, da nossa diplomacia, das nossas relações bilaterais com a Argentina. O Brasil se faz muito bem representado e, se isso demonstrar uma aproximação do Brasil para com a Argentina, pode ser referendada pela pessoa do ministro. O presidente designou o ministro Osmar Terra para representá-lo”, afirmou o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, segundo noticiou o portal G1.

Com a ausência de Bolsonaro, será a primeira vez em 30 anos que um presidente brasileiro não vai comparecer à posse de um representante eleito na Argentina. Em 2001 e 2002, o então presidente Fernando Henrique Cardoso não compareceu às posses de Eduardo Duhalde e Adolfo Rodríguez Saá. Porém, estes foram alçados ao poder pelo Congresso, não por voto popular.

Antes disso, desde 1989 os presidentes brasileiros sempre compareceram às posses presidenciais na Argentina. José Sarney esteve presente naquele ano, Fernando Henrique Cardoso, Lula e Dilma Rousseff em duas outras posses presidenciais, cada.

Leia também: Macri e Fernández se reúnem para coordenar transição

Fontes:
G1-Osmar Terra representará Bolsonaro na posse de Alberto Fernández, informa porta-voz
DW-Bolsonaro enviará ministro para posse de Fernández

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Rafael de Barros Faria disse:

    O povo argentino e Fernandez não perdem nada com a falta na solenidade desta figura execrável.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *