Início » Brasil » País deve enfrentar nova epidemia de dengue em 2016
CASOS NO INVERNO

País deve enfrentar nova epidemia de dengue em 2016

Doença apresentou um comportamento atípico durante o inverno

País deve enfrentar nova epidemia de dengue em 2016
Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O comportamento atípico da dengue no inverno deste ano indica a possibilidade de uma nova epidemia da doença em 2016.

Leia também: Brasil bate recorde de mortes por dengue
Leia também: Casos de dengue no país ultrapassam 1 milhão
Leia também: Dengue custa R$ 4,2 bilhões à União em cinco anos

As autoridades sanitárias estão preocupadas com o registro de casos de dengue durante o inverno, quando geralmente o número chega a quase zero.

De acordo com o diretor da Divisão de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch, “houve um número de casos importante em alguns estados do Nordeste e em São Paulo”.

Maierovitch explicou que a alteração observada no padrão da epidemia de dengue pode ter relação com o clima, uma vez que “este ano teve vários períodos de chuva, intercalados com calor, algo que favorece a proliferação do mosquito”.

O registro atípico de casos da doença durante o inverno também pode ter relação com o tamanho da epidemia deste ano. Ainda segundo Maierovitch, “como o número de casos era muito alto, leva-se um tempo até chegar a patamares de transmissão próximos de zero”.

As autoridades também estão preocupadas com o subtipo de vírus da dengue que irá circular em 2016. Caso o padrão seja o mesmo deste ano, com a epidemia associada principalmente aos vírus 1 e 4, há menos chances de um grande surto da doença, pois menos pessoas estarão suscetíveis, uma vez que a infecção por cada subtipo acontece apenas uma vez.

Fontes:
Uol - Casos no inverno indicam surto de dengue em 2016

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *