Início » Brasil » Para Alckmin, defesa de impeachment e intervenção militar é inaceitável
Direita X Esquerda

Para Alckmin, defesa de impeachment e intervenção militar é inaceitável

Dirigentes do PSDB afirmam que o partido não participou da organização do evento

Para Alckmin, defesa de impeachment e intervenção militar é inaceitável
Ato contou com a presença do cantor Lobão e do deputado Jair Bolsonaro (Reprodução/Internet)

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) disse nesta segunda-feira, 3, que é contra as manifestações ocorridas no último fim de semana em defesa de uma intervenção militar e pelo impeachment da presidente Dilma.

Leia mais: Manifestantes protestam contra a reeleição de Dilma em SP e DF

O protesto aconteceu no último sábado, 1, e levou cerca de 3 mil pessoas, entre eles o cantor Lobão e o deputado Jair Bolsonaro (PP) em passeata pela capital paulista. Para o governador, não se pode aceitar esse tipo de ato.

“Nós que lutamos pela democracia não podemos aceitar esse tipo de coisa. Temos é que fortalecer a democracia. Por isso é que defendemos a reforma política. Temos mais de 30 partidos e podemos chegar a 60”, disse o governador. O PSDB afirmou que não participou da organização do evento.

Fontes:
Estadão - Alckmin diz que não se pode aceitar defesa de intervenção militar e impeachment

1 Opinião

  1. Beraldo Dabés Filho disse:

    O PSDB não participou do tal movimento? Então tá! A propósito, juntar Bolsonaro e Lobão num mesmo saco é uma incongruência, pois um combate veementemente e o outro usa e faz apologia ao uso da maconha. Na próxima “Marcha da Maconha” fica provável a presença do Bolsonaro. Eita!!!!!!
    ___________________________________________________
    EM 2018 NÃO VOTE EM BRANCO E NEM ANULE SEU VOTO!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *