Início » Brasil » Para se manter no cargo, Maia flerta com a bancada da bala
PRESIDENTE DA CÂMARA

Para se manter no cargo, Maia flerta com a bancada da bala

Atual presidente da Câmara dos Deputados se movimenta para conquistar o apoio dos deputados federais do PSL e se manter no cargo

Para se manter no cargo, Maia flerta com a bancada da bala
Maia estaria disposta a votar flexibilização do estatuto do desarmamento ainda este ano (Foto: Gilmar Felix / Câmara dos Deputados)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Reeleito deputado federal este ano, com mais de 70 mil votos, Rodrigo Maia (DEM-RJ), agora, busca apoio para a sua reeleição como presidente da Câmara dos Deputados. Na manhã da última terça-feira, 23, o deputado se reuniu com políticos integrantes da chamada “bancada da bala”.

O encontro ocorreu em um restaurante do Hotel Windsor, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Nele, Maia prometeu aos integrantes da bancada colocar em pauta na Câmara, até o final deste ano, alguns itens da proposta para flexibilizar o Estatuto do Desarmamento. Os parlamentares desejam a flexibilização do Estatuto. Segundo o líder da bancada, o deputado Alberto Fraga (DEM-DF), Maia pediu para que fosse feito uma síntese do projeto de Lei 3722/2012, que trata sobre a flexibilização do estatuto.

Atualmente, para ter direito à posse de arma, o cidadão tem de cumprir todos os requisitos e ainda comprovar a necessidade. O julgamento cabe ao delegado da Polícia Federal, que decide se a pessoa terá direito à posse de arma. No entanto, a flexibilização quer acabar com isso.

“A necessidade comprovada [para ter posse de arma] que, teoricamente é o mais fácil, é o que está causando mais transtorno, porque é o delegado que decide. Nós queremos tirar essa amarra. Ao cumprir os requisitos, é o seu direito de escolha que deve ser preservado”, explicou Fraga ao jornal Globo.

Ademais, a possível flexibilização do Estatuto do Desarmamento também quer incluir o porte de arma dentro dos limites de propriedades rurais. Em contrapartida, seria reduzido o número de armas permitidas por cidadão – de seis para três.

A movimentação de Rodrigo Maia teria como base a possível eleição de Jair Bolsonaro (PSL) ao cargo de presidente da República. Por isso, a intenção de Maia, segundo o Globo, seria explorar os temas defendidos por Bolsonaro para conquistar o apoio dos 52 deputados federais eleitos pelo PSL. Porém, Fraga afirma que Maia já começou a conversar com a “bancada da bala” há mais tempo.

“Não é por essa possibilidade de vitória do Bolsonaro [que houve acordo para colocar a flexibilização em pauta]. Foi antes. Ele [Maia] me chamou e pediu que fizesse uma flexibilização mais leve, e nós fizemos”, afirmou o deputado federal.

Fraga, depois de se reunir com Bolsonaro e outros membros da “bancada da bala” na última terça-feira, garantiu aos jornalistas que a atual proposta de flexibilização do Estatuto do Desarmamento agrada o candidato à presidência.

 

Leia também: Estatuto sob fogo cruzado

Fontes:
O Globo-Em busca de reeleição, Rodrigo Maia vai colocar em votação flexibilização da Lei das Armas

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *