Início » Brasil » Parlamentares entram em férias sem votar temas polêmicos
Congresso

Parlamentares entram em férias sem votar temas polêmicos

Lista de temas pendentes inclui projetos com impacto direto no cotidiano da sociedade e nas finanças de estados e municípios brasileiros

Parlamentares entram em férias sem votar temas polêmicos
Deputados e senadores entram em férias nesta terça (Fonte: Reprodução/Agência Câmara)

Com menor produção legislativa neste ano por causa da Copa e das eleições, deputados e senadores entram em férias nesta terça-feira, 23, sem votar projetos importantes e polêmicos.

A lista de temas pendentes inclui projetos com impacto direto no cotidiano da sociedade — como as regras que mudam a relação entre patrões e empregados domésticos — e nas finanças de estados e municípios brasileiros.

O projeto que torna a corrupção crime hediondo, um tema que surgiu como resposta às manifestações populares de junho do ano passado, também foi deixado pra trás, assim como a proposta de passe livre no transporte público, outra resposta aos protestos.

A votação de projetos que acabam com a guerra fiscal entre entes federativos também foi deixada par o próximo ano.

Entre outros temas que foram esquecidos pelo Congresso estão a proposta que autoriza a publicação de biografias não autorizadas pelos biografados, a reforma do código penal, o projeto que cede ao Congresso a demarcação de terras indígenas, o Estatuto da Família, que define família como a união entre homem e mulher, e a proposta que criminaliza a homofobia.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Congresso entra em férias sem analisar projetos essenciais

2 Opiniões

  1. Victor Ivens disse:

    Me pergunto se isso realmente tem que ser responsabilidade exclusivamente de pessoas que fizeram campanhas eleitorais para convencer os eleitos que eles seriam “bons políticos”. Eu próprio não sei dizer se eu votei em alguém com uma postura definida sobre qualquer um desses assuntos, ou seja, eu votei em alguém, não em uma ideia, consequentemente não tenho absolutamente participação nenhuma nessa votação, tenho no máximo a esperança de que a pessoa que eu votei tenha uma postura que me agrade. É isso que se chama democracia? Tenho a impressão que estamos escolhendo nossos representantes da mesma forma que escolhemos os produtos que compramos, baseado em impressões e na melhor propaganda.

  2. Vitafer disse:

    Coitados, também com tantos projetos importantes não daria mesmo para resolverem todos…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *