Início » Brasil » Parlamentares trabalham menos de cinco dias em junho
Recesso da Copa

Parlamentares trabalham menos de cinco dias em junho

Câmara e Senado ficarão vazios durante a Copa do Mundo. Apesar de não trabalharem, parlamentares receberão salários integrais

Parlamentares trabalham menos de cinco dias em junho
Senadores trabalharam três dias em junho, enquanto deputados tiveram sessões em quatro (Foto:Reprodução/O Globo)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Congresso Nacional parou desde a semana passada e seguirá assim durante a Copa do Mundo de 2014. A perspectiva é de que os trabalhos retomem em julho.

Nem mesmo o reduzido calendário de sessões previsto para junho e julho será cumprido. Estavam previstas 18 sessões deliberativas na Câmara de Deputados e 15 no Senado.

Os salários, porém, serão pagos integralmente, ou seja, os 513 deputados e 81 senadores receberão normalmente os vencimentos de R$ 26,7 mil, mesmo sem trabalhar.

No Senado, os dias trabalhados este mês foram três e na Câmara foram quatro. Isso quer dizer que, em média, os parlamentares receberão por cada dia trabalhado R$ 8,9 mil, no Senado, e R$ 6,7 mil, na Câmara.

Além disso, ainda recebem em dia o chamado “cotão”, que é a cota de gastos com o mandato e com compra de passagens, o valor varia de R$ 21 mil a R$ 44,2 mil.

Julho também terá recesso

Se os parlamentares retornarem na primeira semana de julho, teriam oito sessões marcadas para o próximo mês, já que no dia 17 também entram em recesso parlamentar, mas a expectativa de alguns senadores é de que ocorram sessões apenas nos dia 15 e 16.

Apesar do plenário vazio, Conselho de Ética e CPI da Petrobras têm sessões marcadas

Integrantes do Conselho de Ética, porém, marcaram sessões a partir desta quarta-feira, 18, a fim de ouvir testemunhas do processo contra o deputado André Vargas (sem partido-PR), mas há possibilidade de não ocorrer, pois o conselho não convoca, mas convida. Também estão marcadas sessões da CPI da Petrobras, no Senado e na Mista.

Fontes:
O Globo - Senadores trabalharão três dias em junho e deputados, quatro durante o recesso

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. jomabastos disse:

    E viva o descanso para os parlamentares!
    E que tal uma férias umas férias de luxo pagas pelos nossos impostos?

  2. Luiz Fernando disse:

    TENHO VERGONHA DE TER UM CONGRESSO DESTE TIPO NOS REPRESENTANDO!!!!

  3. Pedro Nunes Carneiro disse:

    Tenho o privilégio de não votado em nenhum desses nobres…sabe o por quê…meu último voto foi para o Collor. Acredite, estou até hoje muito decepcionado.

  4. Áureo Ramos de Souza disse:

    Tá igual a história do irmão gêmeo que mandou ele no lugar para procurar serviço e o sujeito perguntou se era para ele e ele disse não é para meu irmão que ficou em casa. O trabalhador além de um desconto sindical que acho um absurdo e se faltar um dia de trabalho é sumariamente descontado e não adianta atestado médico pois agora os atestados só dão a hora que entrou e saiu. Eu sei disso pois fui funcionário da Câmara dos Vereadores do Recife e sei de toda maracutaia. O ruim nesta história é que o dinheiro é nosso, eles são nossos empregados e nós não temos voz e nem direito a quem reclamar possa.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *