Início » Brasil » Patrimônio Mundial impõe ao Rio obrigações
Paisagem cultural

Patrimônio Mundial impõe ao Rio obrigações

Cidade terá que preservar características dos locais que embasaram sua conquista, caso contrário título pode ser retirado

Patrimônio Mundial impõe ao Rio obrigações
Imagem aérea do Rio de Janeiro (Fonte: Reprodução/O Globo)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Após receber o título de Patrimônio Mundial como paisagem cultural neste domingo, 1º, durante uma reunião da Unesco em São Petersburgo, na Rússia, a cidade do Rio de Janeiro agora tem alguns desafios pela frente.

A decisão da Unesco foi unânime e inédita. O Rio é a primeira cidade do mundo a receber o título da Unesco na categoria paisagem cultural. Mas, a partir de agora, o Pão de Açúcar, a Floresta da Tijuca, o Aterro do Flamengo, a Praia de Copacabana, entre outros pontos do Rio, terão que ser devidamente cuidados e preservados a fim de manter as características que embasaram a conquista da cidade, caso contrário o título pode ser retirado.

Interação harmônica

A ministra da Cultura, Ana de Hollanda, disse que “todos os locais mencionados na proposta de candidatura passarão a ser acompanhados pela Unesco”, ressaltando ainda que o compromisso será honrado.

O título da Unesco abrange locais onde a interação com a natureza ocorre de forma harmônica. A primeira candidatura do Rio aconteceu em 2002, mas não foi adiante. Um outro dossiê de candidatura foi apresentado em setembro de 2009. Em janeiro de 2011, o Centro do Patrimônio Mundial da Unesco decidiu incluir a candidatura da cidade.

Fontes:
O Globo - Título de Patrimônio Mundial impõe ao Rio compromisso com a preservação de paisagens culturais

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Almanakut Brasil disse:

    Devia ter imposição para título de Doutor Honoris!

    Agora, esse título de Patrimônio Mundial tinha que ter sido concedido antes da Rio + 20!

  2. Geraldo euclides disse:

    As imposições que os julgadores querem são inúteis porque o Rio como disse o Gil “O Rio de Janeiro continua lindo….” não é preciso preocupar-se pois atualmente a prefeitura está remodelando tudo e aos nossos olhos a cidade está bonita, moderna e cada vez mais amarei, viva o Rio, viva nós cariocas. Os maiores eventos são feitos aqui: o jogos Pan Americano em 2006 (sucesso) os jogos militares mundial (sucesso) o Rio mais 2002 e neste ano o 2012 (sucesso) e no passado aportou aqui 88 transatlânticos com mais de 260 mil pessoas que gastaram mais de um milhão de dollares e até este mês já chegou mais de 40 navios isto .significa que até o fim do ano deverá passar de 100 navios.

  3. João Cirino Gomes disse:

    E os barracos que balançam nas favelas?
    Por justiça; ao invés de investirem o FGTS do trabalhador em copa do mundo, deveriam usar estas verbas para melhorias nas favelas, como aguá encanada, esgoto, escolas!

    Mas parece que a mídia só quer subir ao morro para mostrar meninos descalços sem camisas e dizer que estes meninos são os integrantes do crime organizado responsáveis pelo aumento da miséria e violência

    Quando vê vantagens, a mídia pelega consegue distorcer fatos, iludir e criar heróis até com o cocô do cavalo do bandido!

  4. Mauricio Fernandez disse:

    UNESCO, organização de honestidade duvidosa. Já esteve para ser fechada a pedido de diversos organismos internacionais por suas ações fraudulentas. Tudo não passa de uma jogada imobiliária que irá rechear ainda mais os cofres de alguns especuladores do setor. Será que esquecemos assim tão fácil? É uma grande maracutaia. Os preços dos imóveis que em determinadas regiões do Rio de Janeiro estão na lua vão agóra ao infinito. O pior é que a turma que está sendo roubada está toda entusiasmada aplaudindo o feito. Assim não tem santo que ajude!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *