Início » Brasil » Pauta B
COLUNA ESPLANADA

Pauta B

Se a reforma da Previdência não for votada em fevereiro, a Câmara vai precisar focar em outras pautas

Pauta B
Líder do governo na Câmara diz que a reforma não sairá da pauta (Fonte: Reprodução/Câmara dos Deputados)

Grande parte da base governista de Michel Temer na Câmara já admite que se a reforma da Previdência não for votada em fevereiro, a Casa vai precisar focar em outras pautas. Na fila, duas importantes para o caixa do governo: a Tributária (ainda sem consenso) e a legalização dos bingos e cassinos, que pode render até R$ 18 bilhões por ano aos cofres. Oficialmente, o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro, diz que apesar das campanhas, a reforma não sairá da pauta, “principalmente nas eleições”.

Huck

Não é por acaso que Roberto Freire, presidente do PPS, ainda cita Luciano Huck como presidenciável. O global já gastou perto de R$ 1 milhão em pesquisas encomendadas.

A patroa

A cúpula da TV Globo avisou a Huck que, se ele sair candidato, a esposa Angélica será demitida da emissora. Isso o fez desistir de vez de uma candidatura. Neste ano.

Fogo na bomba

Dado preocupante. As autoridades têm informações, de investigações, de que o PCC já possui mais de 200 postos de gasolina na grande São Paulo. E não só no estado.

Dançou (oficialmente)

Venceu na segunda-feira o prazo para a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) tomar posse no comando do Ministério do Trabalho. A Lei nº 8.112/90 (Regime Jurídico Único dos Servidores) determina que um servidor público precisa assumir o cargo até 30 dias após a nomeação.

Saia-justa

Ou seja, Cristiane Brasil irá submeter o Palácio do Planalto ao constrangimento de “renomeá-la” em meio à disputa judicial e a enxurrada de denúncias que vieram à tona desde que a deputada foi indicada para chefiar a pasta.

Efeito Alckmin

Um voo da Avianca anunciado com previsão de atraso na noite de segunda-feira, no aeroporto Santos Dumont (RJ), saiu na hora assim que um passageiro passou a figurar no salão. Era o governador presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB).

Aliás…

…Alckmin, neste mandato, por contenção de custos e ou marketing pessoal, evita jatinhos fretados. Tem viajado a Brasília e para outras capitais em voos comerciais.

Bolsonaro

Para o leitor ter uma ideia da popularidade de Jair Bolsonaro (PSL). Em dois minutos ontem na fila do check-in de Congonhas (SP), quatro passageiros pediram fotos.

No ar…

Trabalhadores da Embraer citam o histórico da McDonnell Douglas Corporation, companhia americana que já foi a 3ª maior fabricante de aviões comerciais e militares, ao propagarem manifestos contra a suposta venda da empresa brasileira para a Boeing.

…no chão

A McDonnell foi fechada após ser comprada pela Boeing, em 1996. O vice-presidente do Sindicato de São José dos Campos, Herbert Claros, afirma que uma eventual venda para a Boeing “é um caminho às escuras”. A Boeing e a Embraer falam em fusão para criação de uma terceira empresa, independente.

Fiscalização

Auditores-Fiscais da Receita Federal, em greve desde novembro, vão intensificar a paralisação. Chefes de seis Regiões Fiscais avisaram ao comando do órgão que não serão cadastradas as metas de fiscalização para 2018.

História carioca

Boa iniciativa do 55 Rio: o historiador Milton Teixeira tem dado palestras esporádicas no hall do belo hotel na Lapa, sobre a História do bairro boêmio e personagens.

Ponto Final

“A ausência de credibilidade do governo e de Temer dificulta a aprovação das reformas e, sobretudo, da Previdência”.

Do senador presidenciável Álvaro Dias (Podemos-PR).

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Marta disse:

    Luciano candidato a Presidência soa até como piada!

    A Globo tomou uma ótima posição. kk

  2. Beraldo disse:

    Divagando:

    Joaquim Barbosa com uma simples palavra de apoio do Lula, se torna o primeiro Presidente negro do Brasil, no primeiro turno.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *